STJ NEGA HABEAS CORPUS PARA DIRIGENTES DA CAMARGO CORRÊA PRESOS DURANTE A OPERAÇÃO LAVA JATO

Quarta-Feira, 21 de Janeiro de 2015 - 16:22
A ministra Laurita Vaz, presidente em exercício do Tribunal, negou o pedido de liberdade para o vice-presidente da empresa, Eduardo Leite, o diretor presidente, Dalton dos Santos, e do presidente do Conselho de Administração, Ricardo Auler.

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou habeas corpus para três dirigentes da construtora Camargo Corrêa que estão presos há 60 dias durante a Operação Lava Jato.

A ministra Laurita Vaz, presidente em exercício do Tribunal, negou o pedido de liberdade para o vice-presidente da empresa, Eduardo Leite, o diretor presidente, Dalton dos Santos, e do presidente do Conselho de Administração, Ricardo Auler.

Os três estão presos em regime preventivo na carceragem da PF (Polícia Federal) em Curitiba (PR). Eles foram presos durante a 7ª fase da operação que investiga casos denúncias de desvio de dinheiro na Petrobras. A Camargo Corrêa e outras empreiteiras são suspeitas de pagar propina para prestarem serviços à estatal.  

Em março de 2014, a PF deflagrou uma megaoperação para investigar um suposto esquema de movimentação irregular de R$ 10 bilhões. Conforme os depoimentos foram sendo colhidos, revelou-se um possível esquema de corrupção que envolveria diversas pessoas, incluindo agentes públicos e executivos de construtora. 

 

Fonte - R7

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.