Domingo, 09 de Novembro de 2014 - 11:27 (Colaboradores)

EXCEÇÃO: NEM SEMPRE A POLÍTICA SÓ TEM A PORTA DE ENTRADA

Nunca se envolveu em qualquer um dos problemas que mexeram com as estruturas da ALE e sai com as mãos tão limpas quanto as tinha quando entrou.


Imprimir página

Os Testoni estão fora! Tanto o ex deputado e prefeito reeleito de Ouro Preto, Alex quanto seu irmão, o ainda deputado Jaques, estão decididos a encerrar a participação na vida pública. Não se sabe ainda se definitivamente ou não. Ambos tiveram participação ativa no projeto de reeleição do governador Confúcio Moura, mas não aceitaram nenhum dos vários convites feitos para que participem do segundo governo. Alex Testoni, que fez uma administração diferenciada, inclusive não tendo secretários para governar, transformou Ouro Preto numa bela cidade do interior rondoniense. Foi um dos principais articuladores da campanha de Confúcio e é bom de voto. Mas tem dito e repetido que sua participação na política está se encerrando. Jaques Testoni foi deputado por apenas uma legislatura. Teve uma boa participação no parlamento, com ações importantes para sua região. Nunca se envolveu em qualquer um dos problemas que mexeram com as estruturas da ALE e sai com as mãos tão limpas quanto as tinha quando entrou. Decidiu também não concorrer à reeleição, embora tivesse chances concretas de mais um mandato.

A dupla está na contramão da tradição de que a política é um caminho sem volta, que só tem porta de entrada, tese repetida por nomes famosos da vida pública rondoniense e brasileira. Os dois estão demonstrando que não foram fascinados pelo canto da sereia e que, ao contrário da grande maioria, são exceções, porque não se apaixonaram pela política. São bons administradores, gente do bem e poderiam ajudar muito ainda sua cidade, sua região e o Estado. Mas abriram mão do poder para, certamente, buscarem novos rumos, longe da vida pública que nem sempre tem esse glamour que parece ter. Eles ganham, saindo fora, mas nós, rondonienses, perdemos dois homens públicos do bem.

ORÇAMENTO DE 7,3 BI

Um orçamento de 7 bilhões e 300 milhões de reais, 5% a mais que o deste ano, foi encaminhado à Assembleia Legislativa pelo Governo do Estado, para 2015. O deputado Neodi Oliveira, presidente da Comissão de Finanças, abriu mão da relatoria. Ela foi encaminhada então para o petista Ribamar Araújo, que tem até o final deste mês para analisar e colocar o projeto, com as devidas emendas e correções sugeridas no parlamento, em votação. O orçamento de 2015 será votado em dezembro.

BÊBADOS À SOLTA

Dos mais de 10 mil testes do bafômetro feito em motoristas de Porto Velho, só neste ano, nada menos que 351 foram detidos por estarem dirigindo com taxa de álcool no sangue acima do permitido. Em inúmeros casos, a tal taxa estava MUITO acima do aceitável. Mesmo com a Lei Seca, com milhares de abordagens e blitz sendo realizadas constantemente, mesmo assim há os que ainda desafiam as autoridades e continuam cometendo o mesmo crime, em alguns casos várias vezes. Enquanto não der cadeia e por longe tempo, todo o aparato da lei não vai adiantar muita coisa...

SÃO 83 MIL

O final de semana é do Enem. Começou neste sábado e termina hoje, domingo. Mais de nove milhões de estudantes do país vão fazer as provas, que podem abrir caminho direto para o ensino superior. Só em Rondônia, o cálculo é de que 83 mil jovens vão participar do Provão, em busca da conquista de uma vaga em cursos universitários. Torcida geral para os jovens do nosso Estado que, aliás, têm conseguido notas bastante elogiáveis nos últimos anos. Que repitam hoje!

"SEU" CARDOSO DESISTIU

José Cardoso é um brasileiro trabalhador, dedicado, pobre, que precisa dar duro para sobreviver. Mora no bairro Ulysses Guimarães, em Porto Velho. Depois de anos de luta, conseguiu abrir um pequeno comércio. Já fechou. Depois de ser assaltado 16 vezes, desistiu. A história dele é semelhante a muitas outras, naquela região, em outras áreas da Capital e em todos os recantos do Brasil. Os bandidos tomam conta, a polícia quase nunca chega e, no final, ao contrário das novelas, é o mal que sempre ganha.

CADA VEZ PIOR

No Ulysses e em toda a zona leste de Porto Velho, assim como em vários outros bairros e no centro, já há áreas sem dono, onde quem mandam são os fora da lei. A maioria são de pequenos ladrões, muitos deles, inúmeros "dimenor", protegidos pela legislação, que fazem impunemente o que querem. Há os gangueiros e há os que precisam roubar para sustentar o vício, já que a droga domina essas vidas. O que não há é segurança suficiente e nem leis duras contra o crime, que sirvam para proteger as pessoas de bem. E está ficando cada vez pior.

HORA DAS MÁS NOTÍCIAS

O reajuste dos combustíveis já veio. Virá em seguida o da energia elétrica. Daqui a pouco, esses aumentos em cadeia vão chegar a praticamente todos os setores e produtos. Represado durante longo tempo, por artifícios e medidas que basicamente contrariam qualquer princípio econômico de bom senso, muitos dos serviços essenciais e outros nem tanto vão agora começar a chegar de sopetão. Risco mesmo da volta da inflação e de tudo de ruim que ela representa. As más notícias, escondidas durante a campanha eleitoral, já  começaram a chegar logo depois do fechamento das urnas.

PERGUNTINHA

A 45 dias do Natal a gente pode esperar um Papai Noel com o saco recheado de presentes ou daqueles mais magrinhos, que chegam para dizer que a economia vai mal?

Fonte: Sérgio Pires

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias