OPINI肙 DE PRIMEIRA: MAIS DE 90 MIL MULHERES ASSASSINADAS EM 40 ANOS NO BRASIL

O fim dessa viol阯cia absurda seria o maior presente que as brasileiras poderiam receber, no seu dia e no dia das mulheres do mundo inteiro.
Sexta-Feira, 08 de Março de 2013 - 11:58

No Dia Internacional da Mulher, nada melhor do que uma reflexão sobre o que elas ainda sofrem mundo afora, inclusive as que são tratadas como seres de segunda, nos países de orientação muçulmana. Já no Ocidente o sofrimento, a dor, as agressões e mortes são cotidianas. Há um grupo de mulheres se destaca, em funções cada vez mais importantes. Mas a brasileira comum, a operária, a que come feijão e arroz, a que sacoleja nos ônibus e trens lotados, para essas, a vida está cada vez mais dura. A Lei Maria da Penha, decantada como salvadora, ainda não trouxe resultados práticos esperados, tirando-se, é claro, as exceções de sempre. As agressões e mortes delas aumentam todos os dias. Mais de 90 mil foram assassinadas nos últimos 40 anos. O número de mulheres assassinadas nos últimos 30 anos cresceu 217 por cento no Brasil, aponta o o Mapa da Violência 2012. Rondônia é o sétimo estado brasileiro em registros de crimes contra a mulher. Quase cinco mortes por 100 mil habitantes. O estado tragicamente campeão é o Espírito Santo, com 9,5 mulheres mortas por 100 mil habitantes.

Que data melhor para uma profunda reflexão sobre esses números do que o Dia Internacional da Mulher? Há cada vez mais representantes femininas em posições importantes, incluindo nosso maior exemplo, o da presidente Dilma Rousseff. Nessa data, ela e outras milhares de mulheres que conquistaram seu espaço e crescem em todos os sentidos, deveriam berrar contra a violência que as demais, principalmente as mais pobres, sofrem todos os dias. Não é possível aceitar os números oficiais, que apontam que  uma mulher  é agredida a cada cinco minutos no Brasil. O fim dessa violência absurda seria o maior presente que as brasileiras poderiam receber, no seu dia e no dia das mulheres do mundo inteiro.

TENSÃO ATÉ 2014

O clima tenso entre os comandantes do Executivo e Legislativo se acentua. O presidente da ALE, deputado Hermínio Coelho, tem batido forte no governo. Forte e colocado. O Palácio Presidente Vargas tem negociado, mas ao mesmo tempo, também dado respostas duras, eventualmente. Confúcio é candidato à reeleição. Hermínio é nome muito forte para a disputa de 2014. Ou seja, a tendência é de que os confrontos políticos se acirrem. A torcida é para que os dois líderes continuem com as mesmas prioridades: antes de tudo, os interesses maiores de Rondônia.

PRÊMIO AO MATADOR

Não se pode até agora compreender o que o STF fez em relação ao assassino de policiais Cesare Battisti. Condenado à prisão perpétua em seu país, a Itália, no Brasil, graças ao STF, ele foi recebido como cidadão de bem, apenas um perseguido político. Se o Supremo usasse o mesmo critério para todos os casos semelhantes, nosso país pode se transformar num grande refúgio para assassinos. Battisti, protegido pelo ex-presidente Lula, pelo PT e, lamentavelmente, pelo Supremo, anda livre, leve e solto. Suas vítimas estão mortas e não podem mais reclamar.

VÁRIOS IDIOMAS                             

Agora, ao contrário de milhões de brasileiros que lutam para ter um bom emprego, Cesare Battisti vai receber mais um presente. Será alto funcionário da CUT, apoiado por algumas cabeças premiadas do PT, como o advogado , Luiz Eduardo Greenhalgh e o senador Eduardo Suplicy. O senador, aliás, pintou um quadro excepcional do criminoso, dizendo que ele fala vários idiomas e que será importante para a CUT. Não falou uma palavra sobre os assassinatos que Cesare cometeu e nem do policial que deixou aleijado na Itália.

QUEM DECIDE DIZ NÃO...

Começou novamente o esperneio das autoridades rondonienses contra a vergonhosa e impagável dívida do extinto Beron. A Assembleia Legislativa entrou na jogada, indo ao STF para acabar com o absurdo, que leva dos cofres públicos rondonienses, todos os meses, algo em torno de 12 a 15 milhões de reais. A solução do assunto depende da vontade política do governo federal e essa, é claro, não há. Até decisão do Senado que determinou novo cálculo da dívida – que já foi paga mais de uma vez – foi ignorada pelo governo e pelo Judiciário. Mas, sempre há esperança...

PODE AJUDAR

Embora não tenha tido sorte nas disputas políticas, o ex-deputado federal Miguel de Souza é um técnico reconhecido. Convidado pelo governador Confúcio Moura, Miguel agora atua na assessoria do comandante do Estado. Poderá ajudar muito nas relações com órgãos federais, como o Dnit, onde atuou com destaque em nível nacional. Se Miguel tiver alguma atribuição e deixarem-no trabalhar, sem dúvida ele vai trazer resultados para o Estado. Mas se for apenas um contrato político, só ele próprio será o beneficiado.  

NOVO AMOR

A jovem Handra Amorim, advogada de Rondônia, é a nova personalidade da hora, no país. A imprensa desconbriu que ela é a namorada do poderosíssimo presidente do STF, Joaquim Barbosa. Quase uma unanimidade nacional (menos quando ataca jornalistas verbalmente, sem qualquer motivo, como nessa semana), Joaquinzão é divorciado e estava solteiro há bastante tempo. Há quem torça para que ele não venha visitar muitas vezes a namorada em sua terra natal. Porque se ele ficar sabendo de algumas coisas....

PERGUNTINHA

Mesmo com todas as dificuldades econômicas anunciadas,será verdade que as vendas da Páscoa deste ano vão bater novo recorde?

Fonte - S閞gio Pires

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.