GOVERNADOR RECEPCIONA COMANDANTE DO 9º DISTRITO NAVAL

O Governador do Estado, Confúcio Aires Moura recebeu na tarde de terça-feira (10), no Escritório de Projetos do Governo o Vice Almirante Comandante CMT do 9º Distrito naval que compreende os Estados do Acre, Rondônia, Roraima, e Amapá, Antônio Carlos Frade Carneiro, que em Porto velho solicitou através do Chefe da Casa Militar, Major Gualberto, uma audiência para tratar da doação de área da Marinha para a construção do Projeto Beira Rio.
Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2012 - 14:36

Durante encontro, o Comandante agradeceu a acolhida e parabenizou o governo pela atuação e disposição para em seguida, mostrar a planta da área militar da Marinha, localizada na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e de que forma poderia ser feita a integração ao projeto Beira Rio.

Segundo o Comandante, a Prefeitura, responsável direta pelo projeto ofereceu três áreas para permuta, porém, ao estudar a viabilidade, levando em consideração a necessidade de se atender critérios legais de navegação, as áreas foram consideradas incompatíveis com o desempenho da função. “Não é que a Marinha não queira o acordo, mas ao estudar as oportunidades não restaram alternativas viáveis, uma vez que necessitamos de um ancoradouro para nossas embarcações”, explicou o Comandante.

Entendendo o caso

Em 2009 a Prefeitura de Porto Velho junto com o Iphan, solicitou o tombamento da área onde se localiza a Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, o que fez com que qualquer tipo de obra ou reforma fosse temporariamente proibido. Estudadas as possibilidades, seria mais viável que fosse feita a permuta e o prédio da Marinha passasse para outro local. Possibilidade que devido a questões técnicas ficou impossibilitada.

Uma solução apontada foi a integração da base militar ao projeto onde o marinha doaria 50% do terreno. “A marinha tem mostrado boa vontade, pois cedeu metade do terreno”. Afirmou o Comandante. “Como no Rio de Janeiro, ao invés de termos um prédio de serviço destinado à atividade militar, faríamos um projeto integrado com a comunidade”, explica.

Neste caso o Governo do Estado auxiliaria a Marinha intermediando a integração dos projetos junto a Prefeitura e ao Iphan. “Existe uma emenda da ordem de R$ 12 milhões destinada para a recuperação de áreas tombadas e o Governo do Estado apoiaria para que a Marinha pudesse receber este valor”, esclarece o Comandante. Em contrapartida a área ficaria como sendo de livre acesso.

O Governador Confúcio Moura foi enfático em falar que o Estado não é contra o projeto e que auxiliará no que fosse possível, indicando que através da Deputada Federal Marinha Raupp fosse feita a solicitação da emenda.

Fonte - DECOM

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.