Ao ser preso, suspeito de abastecer “bocas” em Vilhena confessa que droga boliviana entra em RO através de Pimenteiras do Oeste

Havia várias pessoas no local, incluindo a esposa do suspeito.
Quarta-Feira, 29 de Junho de 2022 - 09:10

Autor: Folha do Sul

Na noite de ontem, a Polícia Militar de Vilhena prendeu um homem suspeito de ser o principal fornecedor das bocas-de-fumo da cidade e apreendeu um quilo de crack importado da Bolívia.

Foto: Folha do Sul

De acordo com o registro do caso, ao receber a informação de que o acusado havia recebido o entorpecente, o Núcleo de Inteligência o seguiu até a Linha 135, na área rural de Vilhena.

Dirigindo um carro e tendo uma mulher como carona, o traficante desceu do veículo sozinho e entrou em uma região de mata carregando um saco escuro. Pouco tempo depois, voltou sem o objeto.

Após o suspeito partir, os policiais foram verificar o que havia no saco e descobriram um “tijolo” de crack escondido no matagal. Em seguida, para dar o flagrante, o NI acionou a Polícia Militar, que foi até a casa do investigado.

Antes de ser interrogado, o acusado quebrou seu próprio celular para destruir provas, mas acabou confessando que a droga com a qual abastece as “bocas” de Vilhena vem da Bolívia e entra no Brasil pela cidade de Pimenteiras do Oeste, às margens do rio Guaporé, que separa os dois países.

A substância entorpecente, o veículo utilizado para transporte da droga, a quantia de R$ 3.370,00 (três mil trezentos e setenta) reais em dinheiro, uma máquina de passar cartão do mercado pago e um aparelho celular marca Samsung cor vermelha e danificado localizados na residência foram entregues na Unisp.

Fonte - 030 - Folha do Sul

Comentários

News Destaques

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.