Com quase 500 pessoas atendidas em oficinas, Fundação Cultural promove o acesso à Cultura de forma gratuita

Trabalhos e ensinamentos ofereceram mais de 15 opções de cursos e oficinas neste primeiro semestre, objetivo da autarquia é expandir ainda mais no próximo ano
Terça-Feira, 07 de Junho de 2022 - 08:18

AutorSEMCOM

Desde o início do ano, a Fundação Cultural de Vilhena (FCV) ofereceu de forma gratuita os mais variados cursos e oficinas para a população. Com quase 500 pessoas atendidas em 17 oficinas diferentes, a entidade estuda aumentar ainda mais as opções para o próximo ano. Todos os cursos fazem parte do pacote de oficinas artísticas, culturais e profissionalizantes que a Prefeitura de Vilhena realizou com o objetivo de democratizar o acesso à Cultura e arte a todos.

Foto: SEMCOM

As oficinas oferecidas durante este primeiro semestre, foram de pintura em tela, teatro, fotografia, feltragem, hand lettering, pedrarias, ponto cruz, arte na palha, arte criatividade e empreendedorismo, além de aulas de gaita, violão, costura criativa, dança, teclado e xilogravura. Os artistas que realizaram os cursos e oficinas foram contemplados através da lei Aldir Blanc.

A Fundação Cultural é mais que um espaço de exposição, é um local de fomento da Cultura e conhecimento. E com o compromisso e dedicação dos artistas, oferecemos diversas oficinas e aulas, todas de forma gratuita. Foram 17 cursos culturais e 478 pessoas atendidas, que puderam explorar ainda mais sua criatividade. Mas não vamos parar por aí. No próximo ano, iremos ampliar nosso leque de cursos para que mais pessoas possam ser beneficiadas”, destaca o presidente da Fundação Cultural, França Silva.

Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, aponta que o conhecimento compartilhado é uma forma de alavancar a Cultura. “Ninguém nasce sabendo de tudo e nada disso aconteceria sem os oficineiros que ministram estes cursos. São pouquíssimas pessoas que compartilham aquilo que dominam, que ensinam ao próximo, e todas as pessoas que vieram até a FCV, para estas oficinas, buscaram novos conhecimentos, e tenho a certeza que muita coisa foi agregada. Quero agradecer a Camila Schnaider, Valdete Sousa, Antonio Rosauro, Rafael Pontes, Suelande Calda, Karla Patricia, Ricardo Nazaro, Andressa Vitoria, Otavio Inocêncio, Elieide Calixto, Maria Barros, Noemi Kortz, Lola Veiga, Washington Kuipers, Gabriel Rino e a Glaucia Maria, que dedicaram seu tempo para fomentar a cultura da nossa cidade”, destacou Eduardo.

Mais informações sobre as atividades e próximos eventos da FCV, podem ser conseguidas pelo telefone e WhatsApp 3321-1777.

Fonte - 030 - SEMCOM

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.