Bolsonaro acusa Moraes de abuso de autoridade e entra com ação contra o ministro do STF

Muita petulância do presidente Jair Bolsonaro. Rebelde desde a época militar, por isso foi "expulso" do Exército. Trata-se de político inexpressivo do baixo clero.
Sexta-Feira, 20 de Maio de 2022 - 10:49

Autor: Júlio César Cardoso

Muita petulância do presidente Jair Bolsonaro. Rebelde desde a época militar, por isso foi "expulso" do Exército. Trata-se de político inexpressivo do baixo clero. Em seu período parlamentar jamais se destacou com algum projeto aprovado. Desconhece o Estado Democrático de Direito do país com o seu autoritarismo e comportamento autocrático.

Foto: Agência Brasil

Com incivilidade vem sistematicamente desrespeitando a imprensa, as pessoas, as raças e instituições como STF e TSE. Insiste em desconfiar das urnas eletrônicas, invioláveis até hoje, as mesmas que o elegeram ao Parlamento e à Presidência da República.

Quem deveria ser intimado e condenado seria o presidente Jair Bolsonaro por suas atitudes antidemocráticas e não um membro da suprema corte. As decisões, certas ou erradas, do STF podem ser contestadas, mas têm de ser acatadas por todos, porque é assim que atua qualquer cidadão civilizado em Estado democrático.

Mais uma derrota de Bolsonaro: Toffoli rejeita ação de Bolsonaro contra Moraes por alegado abuso de autoridade. Não satisfeito, o presidente Jair Bolsonaro apresentou nesta quarta-feira, 18, uma representação na Procuradoria-Geral da República ( PGR) contra o ministro Alexandre de Moraes. A medida ocorreu poucas horas depois de o ministro Dias Toffoli rejeitar o pedido do mandatário no Supremo Tribunal Federal (STF). A base da ação protocolada na PGR é a mesma.

Fonte - 030 - Júlio César Cardoso

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.