CÁRCERE PRIVADO - Mulher é mantida trancada por dois meses em residência após conhecer apenado pelas redes sociais

Segundo a vítima, ela era constantemente agredida com socos, chutes e puxões de cabelo, além de ser obrigada a manter relação sexual a força.
Sexta-Feira, 20 de Maio de 2022 - 08:55

Autor - Redação News Rondônia

Uma mulher de 22 anos natural do estado de São Paulo, foi salva após ser mantida como refém e em cárcere privado por dois meses em uma residência no bairro Três Marias, zona leste de Porto Velho no início da noite desta quinta-feira (19).

Imagem Ilustrativa/Reprodução polícia italiana

As informações dão conta que a vítima que morava na cidade de Santos-SP, conheceu um homem de nome Romário pelas redes sociais, onde passaram cerca de 9 meses trocando mensagens, até resolver embarcar de ônibus para a capital rondoniense.

Ao chegar na rodoviária de Porto Velho, a vítima teria desconfiado ao encontrar o suspeito, pois ele fazia uso de tornozeleira eletrônica, e ao chegar na residência passou a ser mantida em cárcere e ter todos seus pertences roubados pelo apenado monitorado.

Segundo a vítima, ela era constantemente agredida com socos, chutes e puxões de cabelo, além de ser obrigada a manter relação sexual a força.

Em um momento que a vítima foi levada em um mercado na Avenida Mamoré, aproveitou para correr e pedir ajuda de populares, em seguida o suspeito fugiu. Devido a mulher não conhecer a cidade, não conseguiu informar onde era a residência onde ficou por dois meses trancada em um quarto.

Mesmo sendo monitorado o suspeito não foi localizado devido ter desligado o aparelho eletrônico. A vítima foi entregue no Creas onde ficou sob cuidados para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

A Polícia Militar fez o registro da ocorrência e encaminhou a Delegacia Especializada.

Fonte - 20 - News Rondônia

Comentários

News Destaques

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.