Motorista que salvou criança arremessada de carro em Porto Velho fala sobre o ocorrido

Arquimedes afirmou que percebeu que os pais da criança estavam brigando dentro do carro, quando decidiu seguir os suspeitos.
Quarta-Feira, 11 de Maio de 2022 - 15:44

Autor - Redação News Rondônia

O motorista de aplicativo, Arquimedes Galvão, de 39 anos, foi a pessoa que salvou uma criança de quatro anos que foi arremessada de um carro pelos próprios pais em Porto Velho, na noite da última segunda-feira (09).

Arquimedes afirmou que percebeu que os pais da criança estavam brigando dentro do carro, quando decidiu seguir os suspeitos, porém, em dado momento notou que uma porta do veículo foi aberta e em seguida uma criança de quatro anos foi jogada na rua.

Diante da situação, o motorista de aplicativo pediu para um casal que estava em uma moto cuidar da criança, enquanto o mesmo seguia os pais que estavam brigando e após conseguir alcançá-los, Arquimedes convenceu os suspeitos a voltarem e acionou as autoridades.

"A gente que é pai é capaz de fazer qualquer coisa pelos nossos filhos. Eu acho que é isso aí que nos dá força, nos incentiva. Me incentivou a ir porque jamais iria querer ver o meu filho passando por uma situação daquela", disse Arquimedes.

Um dos suspeitos, ainda tentou fugir antes da chegada da Polícia, entretanto, o motorista de aplicativo o seguiu novamente até o cerco da PM em uma área de matagal, localizado entre as ruas Três e Meio e Alvorada, cerca de 1km distante de onde abandonou a criança.

Já a criança que foi jogada, estava muita assustada pelo ocorrido, na qual, a mesma afirmou que não era a primeira vez que os seus pais brigavam, e que acontecia rotineiramente.

"Ela estava muito nervosa, muito abalada. Quando colocava a mão assim no coração dela, parecia que o coração ia até sair para fora", relembra o motorista.

Após o ocorrido, a criança não queria ficar com a mãe, pois estava bastante nervosa e agitada. O Conselho Tutelar foi até o local da ocorrência e ficou com a guarda do menor, depois o entregou à avó materna. A criança não tinha lesões pelo corpo.

Fonte - 20 - News Rondônia / Com informações G1 RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.