Oito anos após quebrar perna, Anderson Silva diz: "Nunca mais corri, dor insuportável"

Lenda brasileira no MMA relembrou recuperação depois de ter fraturado a perna em luta contra Chris Weidman em 2013
Quinta-Feira, 05 de Maio de 2022 - 15:58

Autor: SBT Sports

Oito anos após quebrar a perna no UFC, a lenda brasileira no MMA Anderson Silva admite que "nunca mais correu" em razão das dores no local. O "Spider" fraturou a perna em 2013 durante a luta contra o americano Chris Weidman pelo cinturão da categoria.

Foto: Reprodução

"Eu estava em uma casa na frente da praia. Olhava a galera correndo e falava que ia correr quando a perna ficasse boa. Nunca mais corri. Eu até tento, mas não consigo. Não corro mais. De vez em quando, eu tento correr e começa a doer a perna. É uma dor insuportável. Tem as duas hastes e parafuso no joelho e no tornozelo. O medo agora é de repente ter que tirar a haste. O médico falou que poderia tirar, mas eu falei para deixar", afirmou o lutador brasileiro, em entrevista ao podcast "Mais que 8 Minutos".

"Quando você quebra a perna, bota aquelas antenas externas. Eu ficava falando que não queria colocar aqueles negócios na perna. Os caras me dando remédio para me acalmar, porque eu achava que ia ficar aquelas paradas para fora. Operei, acordei no outro dia e falei: 'passou'. Passou nada. Aí começou a vir a dor. A minha perna ficava para cima, não bombeava sangue. Quando botava para baixo, descia a pressão do sangue todo. Foi um ano de perrengue", disse.

Após ter quebrado a perna, Anderson Silva voltou a lutar, inclusive na revanche contra Chris Weidman, mas nunca mais conseguiu ser o grande campeão de outrora. Ele parou de lutar pelo UFC em outubro de 2020 e atualmente luta boxe.

Fonte - 030 -SBT Sports

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.