Chuva de meteoros: Eta Aquáridas poderá ser vista do Brasil

A agência espacial americana, Nasa, divulgou dados sobre a visibilidade da chuva de meteoros Eta Aquáridas, derivada do cometa Halley, no Hemisfério Sul
Quarta-Feira, 04 de Maio de 2022 - 17:56

Autor - Camila Garcia

De acordo com as previsões da American Meteor Society, a chuva de meteoros denominada “Eta Aquáridas”, formada por destroços do cometa Halley, alcançará seu pico de visibilidade na próxima quinta-feira, 5, nas horas que antecedem o amanhecer. Os meteoros estarão visíveis nos dias 4, 5 e 6 de maio de 2022.

Foto: Reprodução / Nasa

A chuva é feita por meteoros derivados de pedaços do cometa Halley, cuja órbita passa pela Terra a cada 76 anos: foi avistado pela última vez em 1986, e só voltará a aparecer no céu da Terra em 1961. O nome da chuva, “Eta Aquáridas”, foi dado em homenagem à constelação de Aquário.

Visibilidade no céu

As Eta Aquáridas podem ser vistas em ambos os hemisférios, mas a chance de vê-las com nitidez é maior no Sul. De acordo com informações da Nasa, no Norte os meteoros aparecerão como “terragrazers”, ou seja, passarão pelo horizonte da Terra, mais baixos, portanto dificultando sua visibilidade.

Conhecidos pela velocidade muito alta na qual viajam pelo espaço, que pode chegar a até 238 mil quilômetros por hora, a passagem dos meteoros pelo céu produz uma “cauda” brilhante que chama a atenção e fascina o observador do céu noturno. A chuva continuará ativa até o dia 27 de maio.

Fonte - 030 - O Povo/CNN Brasil

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.