Curso promove intercâmbio entre municípios frente aos desafios de adequação a legislação nacional de Resíduos Sólidos

Em Rondônia, até o ano passado, 14 municípios projetaram pôr fim aos seus lixões até o final de 2022, com recursos do Programa Nacional Zero Lixão.
Sexta-Feira, 29 de Abril de 2022 - 10:45

Autor - Assessoria Ecoporé

Nos últimos dois dias, técnicos e gestores de 11 prefeituras de municípios da zona da mata rondoniense e BR-429 trocaram experiências e aprendizados no Curso Prático de Elaboração de Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (Prad) para áreas de lixões municipais desativados. O curso foi realizado no Núcleo de Inovação em Restauração de Ecossistemas na Amazônia da Ecoporé em Rolim de Moura, através do Projeto Viveiro Cidadão, patrocinado pela Petrobras.

Foto - Assessoria Ecoporé

Aline dos Santos Betiolo é engenheira ambiental da Prefeitura de Nova Brasilândia D'Oeste, município localizado na região da zona da mata rondoniense, com população estimada de 20 mil habitantes, a qual relata a importância da atividade diante das dificuldades dos municípios para se adequarem à legislação de Resíduos Sólidos. "Foi muito importante contar com esse conhecimento da Ecoporé e trazer esse olhar florestal para o projeto. Além da troca de experiência com os outros municípios, onde cada um pôde trazer sua experiência, o que tem enfrentado e adotado para que a gente pudesse discutir, ver o que está dando certo ou não, chegarmos a um denominador comum e conseguir sanar e cumprir a legislação", relata a engenheira.

A proposta do curso foi proporcionar a troca de experiências e conhecimentos entre os técnicos, visando fortalecer a gestão ambiental municipal, levando em consideração as demandas e desafios de cada um. "Poder proporcionar um espaço onde os municípios possam interagir e juntos encontrar soluções para problemas similares é para nós um dever. Ficamos felizes com o atendimento ao nosso chamado e em poder contribuir e também aprender. No curso ficou claro que a união entre as prefeituras fortalece a gestão ambiental dos municípios, apesar de poucos técnicos para atender cada secretaria, quando juntas essa capacidade técnica se expande e isso contribui para que todos se beneficiem dessa enorme capacidade", avalia Marcelo Ferronato, coordenador do projeto Viveiro Cidadão.

Em Rondônia, até o ano passado, 14 municípios projetaram pôr fim aos seus lixões até o final de 2022, com recursos do Programa Nacional Zero Lixão, do Ministério do Meio Ambiente. São essas áreas que, posteriormente, devem ser recuperadas.

Foto - Assessoria Ecoporé

Para o secretário de Meio Ambiente e Turismo de Alvorada do Oeste Adam Alcantara, a Ecoporé é uma referência na zona da mata e a experiência acumulada pelos trabalhos realizados ao longo dos anos ajuda os municípios neste processo de adequação. "Nós, que estamos à frente de uma secretaria municipal de Meio Ambiente, temos muitos desafios e estamos buscando esse conhecimento para levar aos municípios. Entendemos que é necessário compilar os conhecimentos aplicados, os desafios passados, pra gente chegar ao resultado com muito mais êxito", explica Adam, reforçando a importância da parceria entre a instituição, seus projetos e as prefeituras, "para que a gente possa construir um meio ambiente saudável e agradável às futuras gerações", finaliza.

Participaram as prefeituras de São Felipe do Oeste, Rolim de Moura, Alta Floresta D'Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Nova Brasilândia D'Oeste, Novo Horizonte do Oeste, Alvorada D'Oeste, Chupinguaia, Santa Luzia D'Oeste, Seringueiras e Parecis.

Fonte - 025-comunica Ecoporé

Comentários

News Destaques

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.