Musk: “Twitter precisa decepcionar extrema direita e extrema esquerda”

Bilionário se autodeclara "extremista da liberdade de expressão" e defende política de moderação de conteúdo mais branda
Quinta-Feira, 28 de Abril de 2022 - 16:09

Autor - Júlia Portela

O bilionário Elon Musk afirmou, nessa quarta-feira (27/4), que o Twitter deve adotar uma política de liberdade de expressão que decepcione a extrema direita e a extrema esquerda. Na segunda-feira (25/4), a rede social anunciou a venda da plataforma para Musk pelo valor de US$ 44 bilhões — equivalente a R$ 208 bilhões.

Elon Musk, fundador da TeslaPaul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

“Para que o Twitter mereça a confiança do público, ele deve ser politicamente neutro, o que efetivamente significa decepcionar a extrema direita e a extrema esquerda igualmente”, escreveu Musk na rede social.

Também na quarta, o bilionário criticou a política contra desinformação e discurso de ódio adotada pela plataforma. Ele usou como exemplo o Truth Social, aplicativo lançado pelo ex-presidente americano Donald Trump após ele ser suspenso do Twitter devido aos ataques de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio. Musk diz que a empresa concorrente só existe porque o Twitter “censurou a liberdade de expressão”.

O empresário, que se autodeclara um “absolutista da liberdade de expressão”, afirmou antes da compra que sua intenção era promover moderação de conteúdo mais branda e descentralizada, abertura de código-fonte, e remoção de bots de spam do Twitter.

Fonte - 030 -Metrópoles

Comentários

News Destaques

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.