Site do Orkut é reativado depois de 8 anos, com promessa de novidades em breve

Site do Orkut é reativado nesta quarta-feira, dia 27, depois de 8 anos fora do ar.
Quinta-Feira, 28 de Abril de 2022 - 15:21

Autor - Por Julia Noia

Site do Orkut é reativado nesta quarta-feira, dia 27, depois de 8 anos fora do ar. Criada em 2005 pelo então engenheiro de software da Google, o turco Orkut Büyükkökten, se tornou a primeira rede social de grande alcance e cativou os brasileiros.

FOTO: Reprodução

Na nota, o fundador do Orkut afirma que pretende voltar com novidades em preve e estão construindo "algo novo", sem dar detalhes sobre o novo projeto.

"Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo", diz a nota.

Nova realidade para as redes

O comunicado divulgado no site do Orkut também tocou em pontos relevantes que estão no centro das discussões sobre redes sociais, como uso de dados e conteúdos desinformativos.

O criador da rede destacou que um dos objetivos com a criação da plataforma foi montar uma "comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados".

Atento às atualizações nos debates sobre redes sociais, com implementação de Lei Geral de Proteção de Dados e questionamentos sobre a transparência do algoritmo das plataformas, Büyükkökten lembra os pontos negativos das plataformas digitais:

"Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline", comenta.

Fonte - 030 - Extra Online

Comentários

News Destaques

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.