Abertura de mercado de gás natural é anunciada pelo Governo de Rondônia durante reunião com Ministério de Minas e Energia

A solenidade de abertura do mercado do gás natural em Rondônia tem como objetivo estabelecer parcerias junto ao ministério para estruturação das normativos do órgão regulador estadual.
Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2022 - 14:40

O anúncio do avanço do mercado de gás natural em Rondônia de forma a dinamizar o setor e aumentar sua competitividade no Estado, visando novas possibilidades econômicas marcou a reunião entre o Governo do Estado e o Ministério de Minas e Energia (MME), ocorrida na manhã desta quinta-feira, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. A abertura desse novo mercado foi amplamente discutida entre o governador do Estado, Marcos Rocha, e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacando a questão da economia e projeção para alavancar o desenvolvimento para vários segmentos, além da perspectiva de geração de novos empregos.

A solenidade de abertura do mercado do gás natural em Rondônia tem como objetivo estabelecer parcerias junto ao ministério para estruturação das normativos do órgão regulador estadual. O reflexo garante uma dinamização do mercado para grupos empresariais interessados em levar molécula, que possam fazer de forma módica e eficiente, para atrair investimento, como já vem ocorrendo em outros estados do país.

Presente à reunião, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Sérgio Gonçalves, destacou tratar-se de um grande dia para Rondônia. “Temos levantado o tema do gás há anos e hoje destacamos esse anúncio histórico para o desenvolvimento econômico do Estado. Estivemos em várias reuniões com o MME e o que estamos fazendo e tirar os possíveis entreves da frente de quem pode investir e ter fluidez nas possibilidades. Temos outras áreas para desenvolvermos como a de energia solar e mineração que detêm enormes possibilidades de crescimento. Temos tudo para desenvolver, sabemos que o começo de tudo passa por essa atitude de destrave do Governo do Estado e vamos colher esses frutos. Isso representa também muitos empregos”, disse o secretário da Sedec.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Ao fazer uso da palavra, o governador Marcos Rocha cumprimentou toda a equipe do Ministério de Minas e Energia, destacando o tratamento cortês. O chefe do Executivo Estadual ressaltou que em 2019 começou com o sonho forte de alavancar ainda mais o desenvolvimento de Rondônia. “Vimos a possibilidade e mudamos a legislação graças as ações também do Governo Federal que quebrou monopólios. Já no final de 2021 tivemos a vinda de empresas e várias outras que estão ingressando no Estado de Rondônia, e claro que a energia e extremamente importante para que isso se fortaleça. Estamos trabalhando para o desenvolvimento da energia e para que isso aconteça”, fortaleceu o governador.

MAIS EMPRESAS

O chefe do Executivo Estadual destacou ao ministro Bento Albuquerque que a abertura do mercado do gás traz o interesse de empresas que certamente querem se instalar no Estado. “Não temos dúvida de que Rondônia nunca mais será a mesma, o nosso Estado será cada vez mais forte. Fortalecendo o Estado estaremos fortalecendo o país”, argumentou.

Ao tecer comentários, o ministro Bento Albuquerque destacou ser um marco para políticas públicas, deixando claro que o gás natural é importante para Rondônia e o País. “A projeção é de que essas empresas que vieram para Rondônia possam ter grandes possibilidades”, enfatizou o ministro ao lembrar de que quando chegou na equipe de Governo, foi dada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, a prioridade para a abertura do mercado de gás no país. Ele ainda frisou a importância de se criar o ambiente legal e regulatório para que possa efetivamente um ambiente de negócio atrativo de investimentos. “O monopólio não é bom e não cabe no Brasil. Até 2019 tínhamos apenas a estatal para lidar com o mercado de gás natural desde a produção à distribuição. Atualmente, há cerca de 7 agentes privados juntos nesse processo dessa produção que cresce a cada ano. Isso comprova o engajamento entre o setor público e privado em todas as esferas”, disse.

FORTALECIMENTO

O fortalecimento do assunto entre o Governo de Rondônia e o Ministério de Minas e Energia vão ao encontro do novo marco regulatório do gás natural do Governo Federal que trará uma economia forte e pujante para o País. A lei federal garante uma aspiração do setor e envolveu agentes da indústria, especialistas, academia, sociedade civil, entre outros segmentos que integram o setor de gás natural brasileiro. A nova legislação garante uma ampla revisão do marco legal em prol da formação de um mercado de gás natural aberto, dinâmico e competitivo.

Texto: Paulo Ricardo Leal com informações do MME
Foto: Daiane Mendonça

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.