Ainda Rebelde? Dulce María fala sobre planos com RBD: 'Queremos muito fazer algo juntos'

Cantora e atriz mexicana conta ao g1 que nova variante impediu turnê do grupo.
Segunda-Feira, 10 de Janeiro de 2022 - 09:23

Dulce María não passou bem a pandemia e sofreu por não poder estar com Maite Perroni, Anahí, Cristian Chávez e Christopher Uckermann na live especial de RBD que fizeram no fim de 2020.

Ela e quatro dos ex-companheiros de banda têm planos de se reunirem para um projeto especial assim que a retomada de shows seja segura, mas eles não chegaram a uma conclusão sobre o que poderiam fazer.

"A gente queria fazer algo grande, mas com a variante fica difícil, e eu não poderia sair em uma turnê completa por causa da minha bebê. Ainda não tem nada oficial, mas queremos muito fazer algo juntos", diz ao g1.

Ela conta que passou muito mal durante a pandemia. "Eu não estava bem nem física nem emocionalmente. Naquele momento, eu não podia [estar com eles], tinha que dar prioridade à minha saúde e da bebê. Fiquei muito triste, mas ao mesmo tempo feliz porque eles puderam fazer a live e eu pude ter minha filha."

A maternidade mudou a vida de Dulce. "Estou muito cansada, faz mais de um ano que não durmo. Mas vale todo o desafio", desabafa.

Com isso, ela desacelerou a carreira. Está produzindo duas músicas para lançar uma versão "deluxe" de seu álbum "Origen".

E também estuda projetos de atuação curtos, que a permitam passar mais tempo com a filhinha Maria Paula.

Parceria com Marília Mendonça

A mexiacana lançou, em 2021, "Amigos con derechos", primeira música em espanhol de Marília Mendonça.

Marília deixou os vocais gravados e enviou para Dulce. Elas planejavam se conhecer quando a música fosse lançada, para não dar spoilers aos fãs sobre a parceria, mas a rainha da sofrência morreu em um acidente antes que os planos se concretizassem.

Foi o time de Dulce que propôs o nome de Marília para a mexicana. Ela buscava alguém grande no Brasil para colaborar e divulgar o novo álbum, "Origem", lançado em outubro.

"Quando propuseram, ela aceitou imediatamente. E depois de três dias, já tinha mandado suas vozes pra música. Pra mim foi tipo 'Uau'."

O álbum só sairia em outubro. Por isso, a parceria, que começou meses antes, teve que ficar escondida. Marília, fã de RBD, começou a seguir Dulce nas redes, mas a mexicana resolveu não seguir de volta para não entregar a surpresa aos fãs.

"Tivemos essa conexão o tempo todo. Ela cantou, ouviu minhas músicas. Eu escutei a voz dela pra ver quem ia cantar qual parte, todo dia falávamos de Marília. Se eu a tivesse seguido, com certeza a gente teria conversado, então nunca tivemos contato direto", conta.

"Mas um dia antes do acidente, Henrique, seu produtor, nos mandou mensagem e disse que gostaram mais da primeira versão, que era a versão que ficou no final. E, de repente, no dia seguinte aconteceu essa tragédia horrível."

"Ainda não entendo por que aconteceu assim, fiquei muito chocada. Me impactou na vida pessoal porque também sou mãe, porque também fazia turnê, ela também era muito jovem, cheia de vida, no melhor momento da carreira. Eu não entendia por que tivemos essa conexão nos últimos meses, por que me deixou esse presente pronto?"

O álbum de Dulce saiu sem a participação de Marília. Ela esperou um tempo e, depois, foi consultar a equipe da brasileira sobre o que fazer com o material.

"Eles nos falaram que queriam lançar porque era um desejo de Marília, que ela tinha deixado. Então decidimos ir agora com a versão em espanhol que era a que mais a empolgava. E também para dar um presente de Natal de alguma forma", conta.

Fonte - 20 - Por Thaís Matos, g1

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.