Com chegada Ômicrom Peru prorroga estado de emergência; fronteiras continuam fechadas para o Brasil

O aumento de casos do SarsCoV-2 é o principal motivo, segundo o governo para a persistência do bloqueio que já perdura por 20 meses.
Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021 - 17:07

O governo peruano decidiu manter as suas fronteiras com o Brasil, principalmente entre a cidade do Acre Assis Brasil fechadas. Desde o ano passado com o inicio da pandemia do novo coronavírus o país vem mantendo o acesso com os tupiniquins interrompido para a passagens de civis, apenas o trafego de veículos com mercadorias recebe autorização para passar. Esta semana um novo decreto emergencial foi assinado pelo presidente Pedro Castillo (Peru Livre).

O aumento de casos do SarsCoV-2 é o principal motivo, segundo o governo para a persistência do bloqueio que já perdura por 20 meses. Um comunicado, alega que diante da prorrogação do estado de emergência fica “restrito o exercício dos direitos constitucionais relativos à liberdade e à segurança pessoais, à inviolabilidade do domicílio, e à liberdade de reunião e de trânsito no território”.

Rumores sinalizavam para outubro deste ano a abertura da fronteira do Peru com o Brasil. Mas por hora, não existe uma data de quando o presidente Pedro Castillo autorizará as Forças Armadas a desbloquear o acesso na divisa com o município acreano de Assis Brasil.

Desde o ano passado o Peru e outras nações da América Latina trancaram suas fronteiras por conta da explosão de casos do novo coronavírus no Brasil, desta forma impedindo a passagem por terra e também pelo ar de estrangeiros.

A reportagem apurou que a medida tem feito com que peruanos e até mesmo brasileiros cruzem a fronteira pelo rio Acre, despistando as autoridades de segurança daquele país. Por meio de nota, o Consulado informou que “a entrada ao país de forma ilegal é crime e que brasileiros pegos sofrerão sancionais diplomáticas”.

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.