CONCLUSÃO - Recursos para obras dos hospitais Cemetron, Cosme e Damião e de Guajará-Mirim podem ser empenhados em dezembro

O encontro é proveniente de reunião com o governador Marcos Rocha ocorrida no órgão em setembro, onde foi aberto prazo para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) sanar as pendências.
Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021 - 17:15

Com a conclusão da análise das pendências dos projetos do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), do Hospital Infantil Cosme e Damião de Porto Velho e o Hospital Regional de Guajará-Mirim, feita pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o secretário-chefe da Casa Civil do Governo de Rondônia, Junior Gonçalves recebeu a informação nesta terça-feira (30), durante reunião em Brasília, com a coordenadora-geral de Cooperação Técnica da ABC, Alessandra Ambrósio, que os recursos para as obras do Projeto Unops/232344, têm a previsão de até o dia 15 de dezembro para estarem empenhadas.

Os ritos do processo de investimento do Governo Federal no Estado de Rondônia, que envolve também procedimentos administrativos pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops), conterá duas análises do projeto e assinatura do embaixador Ruy Carlos Pereira.

“A princípio todas as pendências foram sanadas de forma que não haverá divergência no projeto. O embaixador fará a assinatura do documento e Rondônia precisará enviar sua via também assinada, para que o recurso seja direcionado até o dia 15”, explicou Alessandra Ambrósio.

O encontro é proveniente de reunião com o governador Marcos Rocha ocorrida no órgão em setembro, onde foi aberto prazo para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) sanar as pendências.

Com esta conclusão, o projeto vai beneficiar unidades de atendimento à saúde de Rondônia, pelo período de vigência de 36 meses.

Como executora do projeto, a Sesau terá o acompanhamento governamental pela ABC, que vai designar órgão competente do governo brasileiro para a auditoria contábil e de resultados.

Para o secretário Junior Gonçalves, a proximidade do início dos trabalhos destas unidades de atendimento à população trará melhorias urgentes à saúde pública de Rondônia. “O Plano Estratégico apresentado pelo governador Marcos Rocha, no qual já ultrapassamos 50% nos primeiros dois anos, contempla uma virada de página na saúde de nosso Estado. E estas obras que a população aguarda há mais de 20 anos é um grande exemplo”, pontuou Junior.

Também estiveram presentes à reunião a assessora técnica da ABC, Alda Alves da Silva e a diretora de Assuntos Governamentais da Superintendência de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Juliana Marques.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.