Rede Amazônica desliga Maríndia Moura e Jefson Dourado; 'jornalistas foram o rosto e voz de RO E AC em reportagens nacionais'

O problema é que as redações das seis principais emissoras da (R.A) localizadas no Amazonas, Acre, Amapá, Macapá, Roraima e Rondônia estão sendo literalmente atingidas.
Quinta-Feira, 25 de Novembro de 2021 - 11:00

Pensou em TV Rondônia, logo vem a mente o nome de uma das jornalistas mais experientes no vídeo na afiliada da TV Globo no Norte do Brasil, a repórter Maríndia Moura.

Desde a quarta-feira (24) a veterana e dona de um dos maiores currículos no telejornalismo rondoniense teve seu nome entre os mais comentados nos bastidores, só que desta vez, não por suas aparições em reportagens, mas a inesperada demissão da TV Rondônia.

A informação foi confirmada por pessoas próximas dela, mas por enquanto Moura ainda não se pronunciou oficialmente. A TV Rondônia também não emitiu nenhum comunicado, mas a reportagem apurou que a saída de Maríndia estaria atrelada a uma reformulação que vem sendo feita pela família Daou, dona da Rede Amazônia.

Há pelos menos uma década o grupo sediado em Manaus (AM) está adotando uma política no conglomerado em que o corte de gastos é o principal foco. O problema é que as redações das seis principais emissoras da (R.A) localizadas no Amazonas, Acre, Amapá, Roraima e Rondônia estão sendo literalmente atingidas.

No Acre, a demissão na quarta-feira (24) após 27 anos de serviços prestados para a TV Acre, inclusive como chefe de jornalismo e correspondente da Rede Globo, o também veterano Jefson Dourado teve seu contrato desligado pela emissora acreana.

Ainda no estado rondoniense, outra demissão anterior a de Maríndia foi a do jornalista Divino Caetano que comandava o esporte. Além das redações, profissionais como cinegrafistas que já tinham um bom tempo de casa também entraram na lista dos cortes.

Maríndia Moura é natural do Rio Grande do Sul (RS), chegou a Rondônia por volta de 1994, veio em busca de oportunidade de trabalho. E foi justamente na TV Rondônia que a gaúcha conseguiu mostrar toda a sua desenvoltura em frente às câmeras. Fez grandes reportagens, divulgou Rondônia como poucos profissionais da área.

Moura é talvez uma das repórteres mais conhecidas de Rondônia, correspondente da Rede Globo, foi o principal rosto e voz do estado em reportagens nacionais, no Jornal Nacional foram centenas de matérias.

“É uma profissional diferente dos demais por conta disso. Não conheço outro jornalista de Rondônia que mais apareceu nacionalmente. Sua saída deixa uma lacuna no telejornalismo de Rondônia, principalmente ao se referir a profissionais que conseguem abordar um assunto com experiência na escrita, presença de vídeo, postura e voz. Vai fazer muita falta, mas talento ela tem. Isso não é nada, é apenas um voo maior que dará a sua carreira”, disse o telespectador Wander Nobre.

O jornalismo do News Rondônia entrou em contato com a Rede Amazônica em Manaus para falar sobre as demissões de RO e AC, mas a emissora até o fechamento desta reportagem não havia se pronunciado. 

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.