No PSD, rondoniense Pacheco diz que 'estará de corpo, alma e coração a serviço do partido e do Brasil'

Durante a fala, ele evitou dizer que é concorrente ao Planalto mesmo sendo apresentado pela sigla como pré-candidato, ou seja, a terceira via.
Quarta-Feira, 24 de Novembro de 2021 - 17:04

O rondoniense Rodrigo Pacheco (PSD) que é presidente do Senado Federal, fechou oficialmente o evento do PSD realizado hoje (24) em Brasília. Com um discurso cheio de segredos e leves ‘disparos de ironias’, o senador por Minas Gerais colocou o seu nome à disposição do partido e do Brasil, visando às Eleições de 2022.

Durante a fala, ele evitou dizer que é concorrente ao Planalto mesmo sendo apresentado pela sigla como pré-candidato, ou seja, a terceira via.

“Convocado a esta missão de servir o PSD, eu o faço na condição de presidente do Senado e do Congresso Nacional (...) E em relação às eleições de 2022, eu repito: estarei de corpo, alma, mente e coração a serviço do partido e do Brasil”, discursou.

No discurso, Pacheco disse que a proposta do PSD para o Brasil deve tratar de ‘propostas eficientes para a economia, meio ambiente, saúde e segurança pública com respeito e amor ao país’. “Amor ao Brasil definitivamente, não é só colocar uma camisa da seleção brasileira e sair xingando o STF, o Congresso Nacional e a política brasileira”, disse.

A fala foi considerada uma ironia ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). “Amor ao Brasil é praticar a cidadania é cumprir seus deveres, é criticar de maneira respeitosa aquilo que se revela diferente – e precisamos disso mais do que nunca”, acrescentou.

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.