Conheça 5 e-books que abordam a luta do negro contra o racismo

Obras de autores consagrados fazem parte da biblioteca virtual do Skeelo
Sexta-Feira, 19 de Novembro de 2021 - 17:05

A leitura pode ser uma grande aliada quando queremos aprender mais sobre um assunto. É pensando nisso que o Skeelo, plataforma de e-books e audiobooks, reuniu 5 e-books disponíveis no aplicativo em comemoração ao Dia da Consciência Negra, 20 de novembro. As obras de autores renomados trazem reflexões, ensinamentos e experiências aos leitores interessados. Confira a lista abaixo!

1 - As cabeças das pessoas negras

Vencedor dos prêmios PEN Open Book e Whiting Award, o livro de Nafisa Thompson-Spires traz diversos contos para relatar, sob diferentes narrativas, a resistência da comunidade negra dos Estados Unidos. Em cada história, a autora mergulha na vida de personagens tão complexos que soam reais, para mostrar que não existem respostas fáceis para esse problema social.


2 - Quem tem medo do feminismo negro?

Nesta obra, a filósofa e ativista Djamila Ribeiro conta a memória de seus anos de juventude para discutir o que chama de “silenciamento”, processo de apagamento de personalidade pelo o qual passou por causa da discriminação. Ao longo da narrativa, a brasileira também relembra quando passou a conhecer outras autoras negras que fizeram com que sentisse orgulho de suas raízes.


3 - Minha história

Neste relato íntimo, a ex-primeira-dama Michelle Obama, primeira afrodescendente a ocupar esse cargo nos Estados Unidos, explica como ajudou a construir a mais inclusiva Casa Branca da História. Embora alvo constante da mídia, Michelle se posicionou ao lado de seu marido durante o mandato para ser uma porta-voz das mulheres negras americanas.


4 - As alegrias da maternidade

A autora Buchi Emecheta conta a história de Nnu Ego, filha de um grande líder africano que é enviada como esposa de um desconhecido na capital da Nigéria. “As alegrias da maternidade” levanta reflexões sobre as dificuldades enfrentadas por mulheres na luta para criar seus filhos, muitas vezes com pouca ou nenhuma ajuda do pai, e na luta pelos valores de seu povo.


5 - Por que não podemos esperar

Lançado em 1964, Martin Luther King narra os eventos enfrentados por ele na luta contra a segregação racial vigente nos Estados Unidos. O vencedor do prêmio Nobel da Paz é mundialmente conhecido por ter demonstrado o poder da resistência não-violenta na causa negra. Neste livro, King avalia o trabalho realizado pela comunidade para a igualdade racial em espaços públicos.

É importante lembrar que, apesar do significado do Dia da Consciência Negra, os conteúdos ensinados nos e-books podem ser aprendidos durante o ano inteiro e não apenas nesta data tão importante.

 

.

Fonte - Alexandre Poletto/Maxima

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.