NÃO RESISTIU - Vítima de espancamento em Cerejeiras morre no hospital de Cacoal

Conhecido como “Bolívia”, o trabalhador braçal foi brutalmente atacado a pauladas no dia 7 de novembro e estava na UTI desde então.
Terça-Feira, 16 de Novembro de 2021 - 08:43

Morreu na madrugada desta segunda-feira, 15, em um hospital de Cacoal, o homem que foi brutalmente atacado a pauladas em Cerejeiras. A informação foi confirmada em primeira mão pelo Portal Gazeta Rondônia.

Conhecido como “Bolíva”, o trabalhador braçal Emerson Irala Gonçalves, 39 anos, foi atacado no dia 07 de novembro em um bar na Avenida das Nações, no Bairro Primavera, em Cerejeiras.

Segundo informações, ele estava sentado no bar que frequentava costumeiramente quando um homem se aproximou dele e com um pedaço de madeira o atacou desferindo repetidos golpes, não dando chance de reação. A força dos golpes causou esmagamento do crânio e, consequentemente, a perda de massa encefálica.

Socorrido por uma unidade do Corpode Bombeiros e levado para o Hospital Municipal São Lucas aonde recebeu os primeiros socorros, Bolívia foi transferido para Cacoal aonde permaneceu internado em UTI.

Conforme apurou o Portal Gazeta Rondônia, a equipe de Assistentes Sociais do hospital de Cacoal tentou localizar, sem sucesso, parentes de Emerson. Foi realizada a coleta das impressões digitais e realizado exame de DNA.

Nascido em Dourados-MS, Emerson é filho de Claudio Irala Gonçalves e de Adelaide Irala Gonçalves. Seu corpo será sepultado na tarde desta segunda-feira, no cemitério Cristo Redentor, em Cerejeiras, aonde residia desde a década de 1990.

Fonte - folhadosulonline

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.