11/11: Dia dos Solteiros é a Black Friday chinesa

Comemoração comercial começou na China e hoje é um sucesso de vendas em muitos países. Conheça a história do maior evento de compras do mundo.
Quarta-Feira, 10 de Novembro de 2021 - 16:36

Todos já ouviram falar da Black Friday, o famoso dia com descontos e promoções. Mas você conhece a Black Friday chinesa, ou “Dia dos Solteiros”? É no dia 11/11 que acontece o maior evento focado em compras do mundo todo.

O Single’s Day foi incorporado ao universo do varejo em 2009 pelo gigante grupo Alibaba, dono do e-commerce chinês Aliexpress. Desde então, o evento é um grande sucesso e já ultrapassou a Black Friday tradicional em números. Pessoas do mundo todo esperam pelo 11/11 para comprar com código promocional do Aliexpress e em outros tantos sites chineses.

Se você se interessa por esse assunto, continue a leitura e saiba mais sobre a história e o volume de vendas desse dia dedicado a compras e promoções.

Como surgiu o dia 11/11, Dia dos Solteiros

A história mais popular sobre a origem do Dia dos Solteiros na China começa em 1993 na Universidade de Nanquim, quando a data ainda nada tinha a ver com descontos e promoções.

A ideia inicial era criar uma oportunidade de unir jovens solteiros, por isso a escolha do 11/11. Para os chineses, o número 1 representa uma pessoa solteira, também chamados de “galhos nus”. Nesta data, então, eventos, shows e festivais proporcionam oportunidades de novos encontros para os participantes.

Foi em 2009 que o grupo Alibaba começou a usar a data como um super dia de compras. Com o sucesso da ideia, o evento passou a acontecer anualmente e seu crescimento o levou ao posto de Black Friday chinesa.

Os números não mentem: quanto movimenta o 11/11

Em 2020 foram movimentados US$ 74 bilhões na China apenas no dia 11/11, praticamente o dobro do ano anterior. Em 2019, o recorde de vendas foi de US$ 40,2 bilhões. A Black Friday dos Estados Unidos, enquanto isso, movimentou em 2019 cerca de US$ 20 bilhões.

O sucesso não se restringe apenas à China. Europa, Estados Unidos e Brasil também são mercados fortes para a data. Em 2021, o evento chega à 13ª edição e a expectativa é superar todos os números dos anos anteriores.

Além do Aliexpress, outros e-commerces chineses participam do grande dia de descontos e promoções, como a Shopee. A plataforma vendeu mais de 70 milhões de itens em 2019 durante as 24 horas de duração da Black Friday chinesa. Outros varejistas chineses confiáveis para comprar no próximo 11/11 são Gearbest e Banggood.

Produtos mais vendidos na Black Friday chinesa

Muita gente pode achar que eletrônicos são os mais vendidos na China durante o 11/11, mas a categoria que mais vende é a de alimentos, seguida por roupas e maquiagem. Claro que eletrodomésticos e outros artigos de casa e cozinha também estão entre os mais procurados.

Entre os brasileiros, sim, os eletrônicos estão entre os produtos mais requisitados e vendidos. Muitas pessoas aproveitam para garantir aquele celular que está na lista de favoritos com um bom desconto. A marca Xiaomi está sempre entre as mais procuradas.

8 dicas para fazer boas compras na Black Friday chinesa

Se você vai aproveitar o Dia dos Solteiros para fazer compras no e-commerce chinês, aproveite algumas dicas para não cair em problemas.

1- Cuidado com preços muito baixos;

2- leia todo anúncio com atenção;

3- prefira comprar itens com rastreio no frete;

4- tenha paciência com a data de entrega;

5- verifique a reputação da loja e a avaliação de outros compradores;

6- avalie a segurança do site. Verifique se ele tem um cadeado no início da URL;

7- confira se o produto é vendido por unidade ou lote;

8- lembre-se da alfândega, verifique se haverá taxas de importação ou outros encargos.

Os sites chineses perdem apenas para os sites americanos em preferência pelos brasileiros. Isso porque a maioria deles são seguros, com preços baixos, aceitam cartão de crédito e até boleto, além de muitas vezes oferecerem frete grátis. Lembre-se de controlar as compras por impulso e aproveite o dia 11/11!

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.