ASSISTÊNCIA MÉDICA - No Dia Mundial do AVC, Governo de Rondônia conscientiza população sobre a doença

Pronto Socorro JPII é a única unidade hospitalar que realiza tratamento dos casos mais graves de AVC em Rondônia
Sábado, 30 de Outubro de 2021 - 10:16

No Dia Mundial de Combate ao AVC (Acidente Vascular Cerebral), popularmente conhecido como “derrame cerebral”, lembrado nesta sexta-feira (29), o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), alerta a população sobre a importância da conscientização e cuidados fundamentais para prevenir a doença, considerada a segunda maior causa de mortes no mundo.

O tema da campanha de 2021 é “Salve Minutos, Salve Vida!”, e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre os sinais de AVC e a necessidade de acesso oportuno a um tratamento de qualidade.

Em Rondônia, o Pronto-Socorro e Hospital João Paulo II, em Porto Velho, recebe pacientes com sinais de derrame e realiza o atendimento com uma equipe treinada. A estimativa é que por mês são realizados 30 atendimentos. O JPII é a única unidade hospitalar que atua no tratamento dos casos mais graves no Estado. As Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs) também tem equipes capacitadas para realizar os primeiros atendimentos, para depois encaminhar o paciente ao JPII.

Equipe médica do Pronto Socorro JPII acompanha Manoel Severino 

O secretário da Saúde, Fernando Máximo, orienta a população sobre a importância de uma vida saudável. “É extremamente importante tomarmos todas as medidas preventivas para evitar o acidente vascular cerebral. A doença pode levar à morte, então vale ressaltar os cuidados com alimentação, prática de atividades físicas de acordo com a faixa etária e a possibilidade física de cada um, bem como a redução do consumo de gordura e açúcar, para uma vida longa e saudável”.

De acordo com o DataSus, de junho a dezembro de 2020, foram realizados 224 atendimentos de vítimas de AVC no Pronto Socorro João Paulo II. Neste ano, de janeiro a julho,  foram 325 assistências, totalizando 549 atendimentos.

TIPOS DE AVC

Existem dois tipos de AVC, o isquêmico e o hemorrágico. O primeiro é o mais comum, e ocorre devido à falta de fluxo sanguíneo cerebral. Já o hemorrágico, ocorre por conta da ruptura de um vaso sanguíneo que fica localizado dentro do crânio do paciente, gerando uma inflamação na área afetada, pois o sangue entra em contato com o tecido cerebral nervoso, responsável por transmitir sinais para os olhos, rosto, língua e boca.

Manoel Severino bezerra, de 70 anos, morador do município de Itapuã do Oeste, relatou que sentiu fraqueza no braço e perna direita e ficou sem conseguir andar, a boca também entortou. “Meu irmão me levou ao hospital e graças à Deus estou melhorando, não lembro de muita coisa, mas os primeiros sintomas foram esses”, disse.

Francisco Severino Bezerra, irmão e acompanhante do paciente conta como aconteceu. “Foram momentos angustiantes, logo socorremos ele e fomos buscar atendimento na UPA, que nos encaminhou para o JPII. Hoje, ele consegue se movimentar, mas ainda sente muita fraqueza nas partes afetadas. Mas, graças à Deus está consciente, comunicativo e se movimentando”.

“Noventa por cento dos casos de AVCs são evitáveis se controlarmos os fatores de risco, principalmente, a hipertensão, diabetes, dislipidemia, o uso do tabaco, abuso de álcool e o sedentarismo. Todos esses fatores podem ocasionar um acidente vascular cerebral. Mas, se a população se prevenir, conseguimos evitar que o derrame aconteça”, explica a neurologista do Pronto Socorro, Márcia Polin.

A médica ainda ressalta que quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento do AVC, maiores serão as chances de recuperação. “Desta forma, é fundamental ficar atento aos sinais e sintomas e procurar atendimento médico imediato”, finaliza.

Texto: Ludmary Nascimento e Sarah Silva
Fotos: Esio Mendes e Daiane Mendonça

Fonte - secom/gov.Ro

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.