Servidores do setor psiquiátrico do Hospital de Base denunciam tensão e falta de segurança no local

Moveis espalhados e o que restou de um computador provam a situação conflitante de quem trabalham no local.
Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021 - 09:38

“A nossa revolta é com a falta de segurança para o servidor que apanha e fica por isso mesmo, tendo que atender a população com dores”. O relato da servidora pública que se oculta diante de imagens do local e dos colegas machucados denuncia mais um dia de fúria na ala psiquiatria do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro em Porto Velho (RO).

Moveis espalhados e o que restou de um computador provam a situação conflitante de quem trabalham no local. “Nós não temos nenhuma proteção por parte da gestão para cuidar dos nossos servidores que atendem a população”, declarou a servidora.

Na última terça-feira (19) uma paciente enfurecida passou agredir os servidores que atuam na linha de frente do setor psiquiátrico do HB. As agressões físicas atingiram praticamente todos os servidores, em especial duas sofreram agressores mais graves como murros no estômago e cabeça. Uma outra teve mechas do cabelo arrancadas. “A colega aqui apanhou, a outra levou murros no estômago e teve cabelo arrancado, além de murros na cabeça” lamentava a servidora.

Nas imagens, a servidora esclarece que o problema não são os pacientes, mas sim a falta de segurança aos profissionais por parte da direção da unidade que estaria fazendo vista grossa para o problema. “Não estamos falando os pacientes psiquiátricos, estamos falando da falta de segurança para o servidor dentro do hospital, que dentro do seu trabalho vai apanhando, porque não tem ninguém que possa conter esses pacientes agressivos”, declara.

A reportagem do News Rondônia entrou em contato com a Sesau, mas não houve retorno. 

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.