Governo ou Senado: A incógnita de Hildon Chaves nas 'Eleições 2022'

O destino não foi revelado, porém, andou. É o mínimo! De alerta, fica o favoritismo natural dentro do ninho tucano para os planos dos Carvalhos.
Segunda-Feira, 18 de Outubro de 2021 - 11:05

Ora governo, ora senado e assim Hildon Chaves (PSDB), o prefeito de Porto Velho, vai levando a vida com relação ao pleito eleitoral de 2022. Enquanto ele não abre o jogo, prefere atravessar o Rio Madeira com as mãos fechadas, os bastidores da política se movimentam como um tabuleiro de xadrez em época de campeonato: Em busca do xeque-mate.  

Dentro da ala do PSDB de Rondônia existem “frações” para “cotações” quando o assunto é a cadeira no senado federal: Um tanto para Hildon, outro para Mariana e de quebra para Expedito Júnior. Outra ala aposta no nome do prefeito para o Governo Estadual, visando bater de frente com nada menos que o Governador Marcos Rocha (PSL) que já admitiu: “Vou tentar a reeleição”.  

Não obstante, sobre o comportamento de Hildon, a incógnita do que vai querer para 2022 pode prejudicá-lo. O motivo? Foi-se o tempo que político ficava em cima do muro ou que candidato esperava a última hora para se lançar a alguma coisa. O mundo mudou, assim também a forma como o eleitor analisa e encara a política. Rede Social é realidade nessas escolhas e o tempo é sagrado para uma sociedade exigente e judiciosa.

Num passado nada distante, durante entrevista para o News Rondônia, no quadro “Informativo News Rondônia”, Hildon foi questionado sobre a possibilidade de ser candidato ao governo. Ao seu modo, hesitou em responder. Perdeu a oportunidade! Muitos o criticaram por essa postura. Entende-se que é salutar consultar o partido [O PSDB], seus apoiadores, mas é importante deixar claro o que se deseja para o jantar. Não se pode esperar sanduíche se a cozinheira não foi avisada, ela vai mandar outros pratos. Ela é cozinheira e não adivinha. Tem que apontar, dar a entender, demonstrar, denotar, exprimir.

Enquanto faz suspense sobre as eleições, Hildon ao menos começou as andanças pelo estado. Neste final de semana, perambulou pela BR-364. O destino não foi revelado, porém, andou. É o mínimo! De alerta, fica o favoritismo natural dentro do ninho tucano para os planos dos Carvalhos.

Por falar neles, Maurício, o vice-prefeito de Porto Velho tem se mostrado um verdadeiro artigo de “laboratório”. Nas mãos de Chaves, ele tem aprendido. A prova dessa assertiva é nítida na sua postura em eventos da prefeitura e nos tratos políticos. Num mundo paralelo parece mais um enredo de novela: O doutor Augusto Albieri e o Leandro (Leo), a sua criação. Destaque para o “CTRL+V” dos jeitos, passando pelas vestimentas chegando até aos comportamentos. É intrigante!

Por fim, o ninho tucano local também precisa ser chacoalhado quando o assunto é a prévia do PSDB visando um nome para concorrer à presidência da República. Tem João Doria, governador de São Paulo (SP), tem Eduardo Leite, o governador do Rio Grande do Sul (RS) como principais candidatos. Até agora, o diretório rondoniense não se decidiu para quem vai oferecer a mão. Doria recebeu apoio de SP, Acre, Paraná e Pará. Leite vem sendo abençoado pelo diretório do RS e Minas Gerais (MG). A prévia do PSDB foi marcada para acontecer no dia 20 de novembro. Sendo assim, Hildon e o PSDB-RO precisam se apressar.

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.