Estrutura onde funcionará Centro de Diagnóstico de Ji-Paraná é apresentada à Agevisa

O Centro de Diagnóstico atuará no rastreamento de várias patologias, incluindo o câncer, por isso, de maneira especial é importante para as ações de combate a este agravo de saúde.
Sábado, 09 de Outubro de 2021 - 10:20

Importante aliado da população no enfrentamento ao câncer, o Centro de Diagnóstico de Ji-Paraná tem sua inauguração prevista para o mês de dezembro próximo. Recentemente, a estrutura foi apresentada oficialmente para o Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), no ato representada pela coordenadora estadual do câncer, psicóloga Rose Britto.

Segundo o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, o Centro de Diagnóstico atuará de maneira estratégica e importante para a vigilância do câncer, pois contemplará as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). “Primeiro porque vai trabalhar o rastreamento pré-clínico na população alvo sem sinais e sintomas sugestivos e segundo porque proporcionará o diagnóstico precoce”, detalha. “Já é sabido que com o diagnóstico identificado no estágio inicial há melhora no prognóstico do paciente”, complementa o diretor.

O Centro de Diagnóstico atuará no rastreamento de várias patologias, incluindo o câncer, por isso, de maneira especial é importante para as ações de combate a este agravo de saúde. Rose Britto explica a importância da Agevisa conhecer, de maneira antecipada, a estrutura. “Esse encontro abriu espaço para a instalação do Registro de Câncer de Base Populacional (RCBP) dentro da futura unidade”, ressalta.

O RCBP é um sistema de informação em câncer, que coleta dados sobre novos casos (incidência) por área geográfica, subsidiando o planejamento de políticas públicas e avaliação de serviços de saúde.

EMENDA PARLAMENTAR

O Centro de Diagnóstico de Ji-Paraná é resultado de uma emenda parlamentar da deputada federal Silvia Cristina, no valor de R$ 32,6 milhões. O recurso proveniente contempla a construção, compra de equipamentos e custeio da unidade, por um período de seis meses. A parlamentar recepcionou a coordenadora Rose Britto e apresentou a estrutura.

“Com esse encontro ficou evidenciado o compromisso dos entes envolvidos tanto com a construção quanto com a futura utilização do espaço, com a população de Rondônia, o que reforça os princípios básicos do Sistema Único de Saúde (SUS), como a promoção à integridade, equidade, intersetoriaridade, participação da sociedade e resolutividade”, finaliza Rose Britto.

Texto: Mineia Capistrano
Fotos: Ivete Alves

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.