Binóculo com tecnologia térmica é a nova arma contra o crime organizado nas fronteiras

Esta semana, dez agentes já começaram a receber treinamento que acontece em Manaus, no Amazonas.
Sexta-Feira, 08 de Outubro de 2021 - 10:38

Binóculos com tecnologia térmica capaz de detectar pessoas e automóveis a uma distancias de até 8 km. Essa novidade, antes vista somente nos filmes de ação, passou a integrar as novas armas utilizadas pelos agentes de segurança pública que atuam no Programa Nacional de Segurança das Fronteiras e Divisas (VIGIA).

Neste primeiro momento, o equipamento já começa a fazer parte dos trabalhos desempenhados pelos agentes de segurança pública do Paraná, Amazonas e do Mato Grosso do Sul. O ministro da Justiça e Segurança Público, Anderson Torres, afirma que “a entrega reforça o compromisso do governo federal com as forças de segurança do país”, afirma.

Esta semana, dez agentes já começaram a receber treinamento que acontece em Manaus, no Amazonas. A partir da formação, esses profissionais ficam encarregados de repassar o conhecimento a outros colegas que também irão trabalhar com o equipamento.

Equipados com tripé, baterias, cabos e computador, os binóculos potencializam visualizar imagens de todo o campo operacional, ampliando a chamada visão termal juntando as imagens com a geolocalização, processo pelo qual um individuo poderá ser encontrado com base nas coordenadas geográficas.

O Programa VIGIA atua com homens em 15 estados brasileiros: Rondônia, Roraima, Acre, Amazonas, Amapá,  Tocantins, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Norte, Ceará, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

De acordo com o Ministério da Justiça, a pasta investiu nos últimos dois anos, entre treinamento e aquisição de novas tecnologias cerca de R$ 130 milhões. 

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.