Suspeita de matar homem a tiros confessa autoria; ela continuava próxima da cena do crime e surge em imagens durante as investigações

O que impressiona foi que a morte ocorreu sem um motivo aparente.
Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021 - 10:57

Um mês depois do assassinato de André Marinho de Oliveira, 40 anos, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios de Porto Velho (RO), conseguiu chegar ao autor do crime. Na verdade, autora. Trata-se de, Érica L. P,32 anos, presa no local de trabalho, na zona sul da capital.

O que impressiona foi que a morte ocorreu sem um motivo aparente. A vítima teria cruzado o caminho dela, que atirou contra o homem com uma arma de fabricação caseira porque ele teria olhado para ela.

Na época, o jornalismo do News Rondônia apurou que André era usuário de drogas e se envolvia em confusões com os moradores. Ele também tinha passagens pelo sistema prisional.

Imagens do circuito interno de residências na rua Alexandre Guimaraes, no bairro Jardim Santana ajudaram na identificação da suspeita. Outro fato bastante curioso foi que enquanto os agentes realizavam os trabalhos de investigação, Érica acompanhava a tudo bem de pertinho, pois ela continuava próxima da cena do crime.

E foram as câmeras em frente à residência em que o corpo de André foi encontrado que a denunciaram. A prisão preventiva dela foi autorizada pela justiça. Além de confessar a morte do homem, a suspeita deu detalhes da arma que teria sido trazida por ela de Guajará-Mirim.

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.