JAQUELINE CASSOL: Pacientes voltam a enxergar em mutirão de cirurgias de catarata

Próximos a serem atendidos serão os pacientes que necessitam de cirurgias de pterígio.
Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021 - 15:59

Foram concluídas no sábado,18, as cirurgias de catarata nos pacientes contemplados na 2ª etapa do 'Projeto Visão', realizado pela deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) em parceria com o Governo de Rondônia. Nessa etapa, que começou no dia 4 de agosto e foi realizada em Cacoal, mais de 1 mil pacientes foram operados. Os próximos a serem atendidos serão os pacientes que necessitam de cirurgias de pterígio.

"Antes mesmo de ser deputada, quando comecei a andar pelas cidades de Rondônia, percebi que as pessoas estavam perdendo a visão por falta de procedimentos simples. Então decidi que uma das áreas que investiria, seria a recuperação da visão. Essa ação resgata a dignidade e devolve a qualidade de vida", destacou a deputada.

Moradora da cidade de Alto Alegre dos Parecis, Maria José de Oliveira, de 65 anos, descobriu que estava com catarata em 2016. Desde então o problema visual só foi piorando, já que a catarata atingiu os dois olhos. Nesse mutirão ela conseguiu operar e a visão aos poucos está sendo restabelecida.

"Minha recuperação está muito boa. Agradeço a toda equipe da clínica e a deputada Jaqueline Cassol, por estar representando o povo de Rondônia. Peço que ela continue fazendo esse trabalho, olhando sempre para a classe que mais necessita", desejou Maria.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, foram atendidos pacientes de 16 municípios, distribuídos entre as regiões do Café, Zona da Mata e Cone Sul. O secretário também agradeceu a parceria da parlamentar na destinação de recursos para a execução do mutirão.

"Essa ação só foi possível com a união de forças. Ninguém faz nada sozinho. Portas foram abertas pelo Governo e com a emenda da deputada Jaqueline Cassol, conseguimos fazer as cirurgias", disse Máximo.

As pessoas que sofrem com catarata ou pterígio, devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima, solicitar uma avaliação médica e aguardar o setor de regulação entrar em contato.

Fonte - 010 - Assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.