Mediação Tecnológica de Rondônia é referência no ensino remoto para outros estados

A mediação Tecnológica de Rondônia tem um papel importante para impulsionar a educação no Estado quanto à respeito à inovação e tecnologia.
Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021 - 11:10

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) investe no planejamento aplicado à melhoria dos índices da Educação. A mediação Tecnológica de Rondônia tem um papel importante para impulsionar a educação no Estado quanto à respeito à inovação e tecnologia.

Pela qualidade do trabalho realizado, a mediação tecnológica destacou-se em nível nacional, tornando-se referência no ensino remoto. A central de Mídias do Estado está promovendo cursos intensivos à equipe de seis profissionais de educação da Mediação Tecnológica do Estado de Goiás (Goiastec), que inclui a Gerência da Mediação Tecnológica, Coordenação pedagógica e professores.

Desde o início desta semana, a equipe da mediação de Rondônia está promovendo cursos de imersão em metodologias para aplicação de mediação tecnológica para estudantes, à equipe Goiastec, ensino médio ao alcance de todos. Com duração de três dias, somando 24 horas de carga horária, a equipe realiza os treinamentos quanto aos instrumentais didáticos pedagógicos, produção de aulas, produção de vídeos, postura televisiva e dinâmica de estúdios.

A Gerente da Goiastec, Ensino Médio ao alcance de todos, Wanda Maria de Carvalho, evidenciou a qualidade do ensino da Educação pela Mediação Tecnológica de Rondônia e agradeceu pela cooperação e trabalho. “O encontro está sendo fantástico, implantamos a mediação tecnológica no início do ano de 2020, e logo após veio a pandemia e tivemos dificuldades, mas estamos avançando. Este curso aqui em Rondônia será de grande aprendizado para podermos oferecer uma melhor qualidade na educação aos estudantes do nosso estado”.

A gerente de Mediação Tecnológica da Seduc, Daniele Brasil, destacou que a ferramenta existe desde 2016 e com a pandemia foi necessário readaptações na forma da oferta de ensino. “A mediação conseguiu que todos os estudantes matriculados no modelo, cumprissem o calendário letivo, mas o nosso trabalho está em constante evolução e melhorias, onde é necessário abordar novas metodologias, tornando as aulas mais interativas e visualmente mais interessantes para atrair a atenção dos estudantes, e nisso a mediação tem se destacado”.

O secretário da Educação, Suamy Vivecananda, junto com a secretária adjunta Cristiane Lopes, visitaram os estúdios para acompanhar os trabalhos. A adjunta parabenizou as equipes pelo trabalho e frisou a importância do atendimento ao estudante por meio da tecnologia. “O Governo de Rondônia está comprometido com o trabalho em prol dos estudantes buscando sempre avançar com inovações e novas metodologias”.

O ensino ofertado pelo canal da Mediação Tecnológica em Rondônia atende cerca de seis mil estudantes, nos 52 municípios, sendo utilizadas cerca de 318 salas distribuídas em todo o Estado. Fazem parte dessa Rede de Ensino à distância, alunos de áreas rurais, comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas.

As aulas contemplam todos os componentes curriculares, com intérprete de Libras, aprimoramento, revisão de conteúdo, incluindo a produção de material de estudo, atividades e avaliações. O programa ganhou destaque e se estendeu a todos os alunos da rede estadual (do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio).

O projeto conta com quatro estúdios de televisão, que funcionam diariamente e todas as aulas estão disponíveis no canal da Mediação Tecnológica Rondônia no youtube.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.