Em menos de 24 horas da posse, TSE nega recurso e mantém condenação do deputado Saulo Moreira por compra de votos

Em Rondônia, o caso foi aceito pelo Tribunal Regional Eleitoral e na sequencia enviado para a corte do Tribunal Superior Eleitoral.
Terça-Feira, 14 de Setembro de 2021 - 12:15

A frase “meu passado me condena”, nunca foi tão assertiva nos dias atuais. Exemplo disso é o deputado empossado na segunda-feira (13) Saulo Moreira (MDB) que assumiu a vaga deixada pelo ex-parlamentar Edson Martins, condenado por [Improbidade Administrativa e perda dos direitos políticos].

Bem Saulo Moreira teve tempo de aproveitar o conforto dos direitos parlamentares foi surpreendido com a decisão do ministro do Superior Tribunal Eleitoral (TSE) Luís Felipe Salomão que sustentou a condenação dele pelo crime de compra de votos, no jargão do direito, a “captação ilícita de sufrágio”.

No parecer do ministro Salomão, “é praticamente impossível uma situação favorável para parlamentar, segundo o ministro, “as provas são bastante categóricas”.

Além da condenação, o TSE determinou a contagem de votos para o cargo de deputado estadual, nas eleições de 2018, deixando de fora os votos de Saulo Moreira. Se as coisas não saírem com espera a defesa do parlamentar, o ex-secretário de estado da Saúde, Williames Pimentel do MDB “tem tudo” para assumir a vaga. 

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.