Síndrome da urina preta: quatro estados do Brasil já detectam casos

Além do Amazonas, ocorrências já foram notificadas no Ceará e Bahia.
Segunda-Feira, 13 de Setembro de 2021 - 12:04

A síndrome de Haff, mas conhecida como urina preta já chegou em quatro estados brasileiros. No amazonas, subiu para 60 o número de casos, uma mulher de 55 anos morreu, segundo o governo em decorrência da contaminação.

No estado, a doença já foi identificada em dez municípios. No Pará, três registros são investigados. As autoridades de saúde apontam a redução no nível das águas e ao aparecimento de algas como uma possível causa para a contaminação.  Além do Amazonas, ocorrências já foram notificadas no Ceará e Bahia.

A doença que começa agir após 2 ou 24 horas deixa a urina mais escura, provocando dores musculares. Nos casos mais graves, as vítimas precisam passar por hemodiálise.

O surto começou pelo Amazonas. De acordo com informações, a doença está ligada a uma toxina presente em peixes e crustáceos. Ela destrói as células musculares em um processo chamado de rabdomiólise liberando uma substância na corrente sanguínea que podem sobrecarregar os rins, levando a pessoa à morte.

Fonte - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.