Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos

Neste caso, o objetivo é que possa haver o adequado investimento no espaço, gerando assim melhores condições aos frequentadores e comerciantes.
Sexta-Feira, 27 de Agosto de 2021 - 07:50

Diversos armazéns, galpões e prédios da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foram qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal. A medida tem como objetivo modernizar e promover melhorias de infraestrutura de armazenamento e abastecimento nos imóveis da estatal, mediante parceria com a iniciativa privada.

Ao todo, 150 imóveis serão alvo de estudos pela Companhia – com o suporte da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), vinculada ao Ministério da Economia –, que verificará se os empreendimentos serão concedidos, alienados ou receberão investimentos da própria Companhia ou do setor privado. A decisão de qualificar os empreendimentos da Conab foi tomada nesta quarta-feira (25/08) em reunião do Conselho do PPI, composto por ministros de estado e pelo presidente da República Jair Bolsonaro.

O PPI foi criado, no âmbito da Presidência da República, pela Lei nº 13.334, de 2016, com a finalidade de ampliar e fortalecer a interação entre o Estado e a iniciativa privada por meio da celebração de contratos de parceria e de outras medidas de desestatização. Estão listados, no âmbito do programa, imóveis da Conab que contemplam 2 hortomercados, diversos armazéns do tipo convencional e granel – em alguns casos mais de um armazém por imóvel, compreendendo mais de 180 armazéns –, entre outros prédios, casa e terrenos.

“Este projeto é uma grande transformação e otimizará a atuação da Conab, permitindo o desenvolvimento econômico do setor, por meio de diversas melhorias da infraestrutura de armazenamento e abastecimento brasileira”, afirmou o Diretor-Executivo de Operações e Abastecimento da Conab, José Jesus Trabulo.

No caso dos hortomercados do Leblon e do Humaitá, no Rio de Janeiro, os estudos deverão considerar a manutenção da prestação de serviços relativos à comercialização de produtos hortifrutigranjeiros, observadas, ainda, a melhoria na qualidade da prestação dos serviços e modernização e adequação das instalações visando maior segurança e acessibilidade para os usuários.

Neste caso, o objetivo é que possa haver o adequado investimento no espaço, gerando assim melhores condições aos frequentadores e comerciantes. A Conab reconhece a importância social, cultural e econômica dos hortomercados e, sendo assim, é de interesse da Companhia que o local se mantenha aberto e em pleno funcionamento, para que a sociedade carioca possa usufruir dos serviços ali disponíveis.

Fonte - 010 - 'CONAB - Assessoria de Imprensa'

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.