‘Lula pode se candidatar à presidência do país após decisão do STF de anular suas condenações’, diz advogado, Léo Faccin

Hoje Lula é tecnicamente considerado ficha limpa, devido a essas anulações.
Quarta-Feira, 11 de Agosto de 2021 - 10:02

O advogado, Dr. Léo Faccin, foi o entrevistado do programa Informativo News Rondônia, com as apresentações de Carlos Caldeira e Bruno Eduardo.

O programa iniciou abordando sobre como é formado o STF, na qual o advogado afirmou que o STF é o tribunal supremo, composto de 11 ministros, sendo escolhidos pelos cidadãos brasileiros, tendo conhecimentos jurídicos e tendo acima de 35 anos até 75 anos.

Em seguida foi abordado sobre a PEC do voto impresso, cujo foi votada na noite de ontem na Câmara dos deputados e que foi reprovada pela maioria. Léo Faccin acredita que se essa PEC fosse aprovada, seria um retrocesso, em vista que o mesmo acredita que o voto digital é o mais seguro que o país tem, apesar da invasão no sistema de segurança das urnas.

Léo Faccin disse que as decisões do STF quanto ao ex-presidente Lula é uma decisão técnica, em vista, que anulou as condenações de Lula, mas não anulou os processos, cabendo assim, com que o ex-presidente possa se candidatar à presidência do país, já que não tem condenações por tribunal de segundo grau. Hoje Lula é tecnicamente considerado ficha limpa, devido a essas anulações.

O advogado falou que nos tempos do partido do PT, na presidência do país, o presidente sempre colocou seus apadrinhados como ministro no supremo, e atualmente isso ocorre também com o mandato de Bolsonaro. Léo afirmou que isso ocorreu antigamente, que ocorre atualmente e irá acontecer também futuramente.

Confira o programa na íntegra:

Fonte - 20 - News Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.