Deputado Edson Martins destina emenda para a saúde e explica críticas infundadas

O parlamentar afirmou que não cometeu nenhum crime, mas está sendo injustiçado
Quarta-Feira, 11 de Agosto de 2021 - 09:06

O deputado Edson Martins (MDB), na sessão ordinária desta terça-feira (10), disse ser mais importante investir na saúde do que em projetos de infraestrutura, pois a vida não tem preço. Assim, ele explicou que, atendendo a uma solicitação do vereador Robinho (PV), destinou emenda de R$ 1 milhão para o Ouro Preto do Oeste, para a compra de um tomógrafo.

“Muitas pessoas precisam sair do município e vir para Porto Velho em busca de atendimento, porque e Ji-Paraná não há um equipamento desses. O prefeito de Ouro Preto, Alex Testoni (Democratas) me telefonou e disse que será um dos investimentos mais importantes na saúde do município. Tenho muitos investimentos na saúde”, destacou Edson Martins.

 Críticas injustas

O deputado disse que tem sido injustamente acusado de fraude em licitações, na época em que foi prefeito. Ele explicou que trata-se da contratação de uma retroescavadeira, que de dia era usada na construção de uma ponte e de noite puxava carros atolados.

Edson Martins contou que o preço do aluguel de um equipamento assim, à época, era de R$ 32,00 a hora máquina, mas o contrato era de R$ 29,00. Ele destacou que foi absolvido da acusação, mas por uma falha técnica ficou sem os direitos políticos.

“O juiz nos absolveu de tudo quanto é crime, pois foi entendido que não houve danos ao erário, nem fraude. Recorremos a Brasília e o advogado esqueceu de colocar no número do processo na guia. Assim, foi considerado revelia. Foi demonstrado que não houve má fé. Então estou sendo condenado sem ter sido julgado”, acrescentou o parlamentar.

O deputado Edson Martins reclamou de parte da imprensa, dizendo que estão lhe batendo sem saber o que aconteceu. “Estou sendo injustiçado, porque fui absolvido da acusação de fraude em licitação, mas vou perder os direitos políticos. Mentem, porque fui absolvido na inicial. Se eu sair daqui, saio de cabeça erguida. Não é pelo mandato, mas pela forma de falarem da gente”, finalizou.

Fonte - 010 - ALE-RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.