Variante da Colômbia encontrada em Rondônia preocupa autoridades de saúde; contagio é maior

Acredita-se que a variante tenha entrado no Brasil durante a Copa América em julho.
Terça-Feira, 10 de Agosto de 2021 - 09:46

“A mutação encontrada em Rondônia foi classificada como preocupante por membros da Organização Mundial da Saúde (OMS)”. O alerta foi divulgado pelo titular da Secretaria de Estado (Sesau), Fernando Máximo na internet.

A variante classificada com [B.1.621] encontrada em três moradores do estado foi detectada pela primeira vez na Colômbia. Mas ocorrências de mortes aconteceram na Bélgica em um asilo perto de Bruxelas em que matou sete idosos na faixa etária de 80 e 93 anos. Ambos já estavam vacinados contra a Covid-19. A Cepa já foi detectada em 19 países.

O virologista Van Ranst, da Universidade de Leuven taxa o problema como “preocupante”, apesar dos velhinhos já terem a saúde debilitada. O que difere a variante colombiana das outras é o seu alto grau de contagio, dizem os cientistas.

A Sesau informou que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vem investigando novas possíveis ações da mutação em Rondônia. O representante da instituição, não divulgou informações a respeito do perfil epidemiológico dos infectados, além de ações por parte do governo para frear novos registros.

Acredita-se que a variante tenha entrado no Brasil durante a Copa América em julho. Na época, a versão foi detectada em dois homens de 37 e 47 anos, que participaram das delegações de futebol do Equador e Colômbia.

A OMS, por enquanto classifica a mutação no estágio de alerta e afirma que não existem evidencias de que a [B.1.621]  escape do esquema vacinal desenvolvido contra Covid-19.  

Fonte - NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.