Paternidade e o Coronavírus: Um médico na linha de frente

A vida de quem cuida de tantas vidas durante a pandemia
Sabado, 07 de Agosto de 2021 - 09:15

Pelo segundo ano, o Dia dos Pais terá uma característica peculiar. A festa será marcada pelo distanciamento entre pais e filhos e, até, netos e bisnetos. A pandemia de Covid-19 impõe uma série de cuidados que, antes, não havia nas famílias. O importante é não descuidar.

Apesar do momento difícil, um profissional se preocupa como pai e médico. É o rondoniense Leonardo Moreira Pinto, que trabalha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na zona Sul, onde atende como clínico geral há muitos anos.

Para ele, a crise pandêmica é um período de investigação e aprendizado. “Eu escolhi esta profissão por paixão e inspiração, por ter na família pessoas que trabalham na área de saúde, e também, por aptidão. Gosto do que faço, de salvar vidas e ajudar as pessoas. Também aprendo e investigo doenças”, diz Leonardo Moreira.

PANDEMIA

O médico rondoniense tem pais gaúchos. Cresceu, estudou fora, mas não abandonou a raiz. “Quis voltar para a minha terra, gosto muito de Rondônia”, destacou.

Casado com Renata Vasconcelos, eles têm duas filhas, Heloísa e Geovanna. Uma delas nasceu em outubro de 2020, em plena pandemia. “Durante a gravidez da minha esposa redobramos os cuidados. A higiene foi reforçada em casa. O importante era proteger nossa família”, declara.

MENSAGEM

Com 18 anos atuando como médico, a mensagem dele aos pais que trabalham e se dedicam às suas famílias é que continuem na luta: “A nossa vida sempre vai haver obstáculos e nós não podemos desistir nunca, mas sempre seguir em frente, pois ela é um desafio. Agradeço neste momento à minha família, esposa e ao meu pai, que sempre esteve presente na minha vida, e é uma grande inspiração para mim”, conclui.

Fonte - 010 - SMC - Superintendência Municipal de Comunica

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.