Militar assassinado no Recife serviu uma temporada em Rondônia, nas Forças Nacional

O corpo da vítima estava a 50 metros do seu carro, estacionado em frente a uma Igreja Católica.
Sexta-Feira, 23 de Julho de 2021 - 16:31

O militar Adelcio Miguel Ângelo Júnior, de 43 anos, foi morto durante assalto na zona norte do Recife (PE). O crime aconteceu na última quarta-feira (21) e chocou o estado do nordeste. Júnior trabalhava como motorista da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos. Ele era terceiro sargento da Polícia Militar. No currículo, participou de algumas operações das Força Nacional em Rondônia onde passou uma temporada.

O policial estava de folga quando foi morto. Segundo os moradores, o sargento foi realizar a entrega de um vídeo game num condomínio localizado na Zona Norte do Recife. Dois homens teriam se passado por clientes e abordado o militar no momento em que ele abriu o porta-malas do carro para retirar o objeto. Assustado com a investida, Adelcio teria corrido e acabou atingido por dois tiros. O corpo da vítima estava a 50 metros do seu carro, estacionado em frente a uma  Igreja Católica.

“O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa instaurou inquérito e está reunindo elementos, informações e provas de modo a esclarecer os fatos. Um suspeito foi preso em flagrante, pelo crime de latrocínio, por policiais do 11º Batalhão da PMPE, responsável pelo policiamento ostensivo nessa área. Os trabalhos prosseguem”, diz a nota publicada pela Segurança Pública do PE.

Além de ter atuado em operações em Rondônia, Rio de Janeiro, e Mato Grosso do Sul, o sargento Ângelo, como era chamado na corporação, serviu por 7 anos no exército como soldado e participou de Missão de Paz pela Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti. Ele era casado e pai de três filhos. 

Fonte - NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.