Entidade resgata cadela pit bull baleada em ação policial e comenta ataques que deixaram pessoas feridas em Vilhena

Postagem no Facebook deu detalhes do caso que agitou as redes sociais
Sexta-Feira, 23 de Julho de 2021 - 08:36

Na tarde desta quinta-feira, 22, a ONG “Amor de 4 Patas”, que atua no resgate de animais feridos e abandonados em Vihena, fez uma postagem no Facebook para comentar o episódio registrado ontem, quando duas cadelas da raça pit bull atacaram pessoas em diferentes pontos do bairro Bela Vista.

Ao noticiar o ataque,com base na Ocorrência Policial, se tratar de dois cachorros. A reportagem, que informou o abate de um dos animais, rendeu dezenas de comentários nas páginas das redes sociais onde ela foi veiculada (LEMBRE AQUI).

O ponto central dos debates, sempre que este tipo de episódio é registrado, diz respeito à decisão de abater ou não os animais, mas há também discussões sobre o sistema de criação e quanto a leis que disciplinem a autorização para que os cães desta e de outras raças maiores possam circular pelas ruas.

Na publicação da entidade de defesa da causa animal, são revelados os detalhes do resgate da cadela sobrevivente e comentários sobre a ação policial. Não foi revelada a identidade da  proprietária da cachorra, que segundo a publicação, estava trabalhando no momento as fuga.

Confira abaixo, na íntegra, a nota veiculada pela ONG.

“Cadela que foi baleada pela pm e fugiu, foi resgatada pela ong amor de 4 patas e encaminhada para tratamento!

Duas cadelas que fugiram do Quintal ontem de manhã, dona trabalhando, elas arrancaram uma grade do portão! Enfim, atacaram umas pessoas, ferimentos leves, a polícia foi acionada e mais uma vez, sem preparo nenhum para capturar esses animais, atiraram!!! Uma morreu na hora essa outra ficou baleada escondida no mato! Perna estraçalhada de tiros, muita sede.

Fomos ao local, nossa voluntária chegou perto deu água, fez carinho, nem mesmo com muita dor atacou, chamamos os bombeiros, até por se tratar de um animal grande, e acuado! GRATIDÃO AOS BOMBEIROS, que prontamente nós atenderam.

Em momento nenhum ela tentou atacar os bombeiros ou uma de nós, apesar da dor!!!

Gostaria de dizer que entendo a atitude da polícia, não os culpo, este foi o treinamento e cumprem suas regras! Mas como protetores, gostaríamos que o mundo fosse menos cruel com os Animais, que antes de, simplesmente abater ou chegar atirando, que o poder público desse a esses profissionais condições de tentar capturar primeiro!

Essa cadela baleada era muito DÓCIL, a outra não acompanhamos, mas parece que atacou mesmo algumas pessoas.

Enfim levamos Agrivet, a dona logo foi até lá, chorando, vai assumir o tratamento e tentar salvar.

Fatalidades acontecem... Tomara que esse animal não seja mais um a pagar por uma sequência de erros HUMANOS, como tantos”.

Fonte - 025-folha do sul

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.