Policia Militar usa spray de pimenta, granadas e balas de borracha após militares serem atacados; vereador está entre os presos

Pelo menos 14 pessoas foram levadas de camburão de Pimenteiras para Cerejeiras
Segunda-Feira, 19 de Julho de 2021 - 08:17

Uma ação da Polícia Militar na cidade de Pimenteiras do Oeste transformou a pequena cidade ribeirinha numa praça de guerra na noite de ontem e resultou em 14 pessoas sendo levadas em quatro camburões para a Delegacia de Polícia Civil em Cerejeiras.

De acordo com o registro do caso, uma guarnição da PM foi até o local onde cerca de 200 pessoas havia fechado uma rua de Pimenteiras e estavam aglomeradas sem o uso de máscara.

Tentando impedir a abordagem de trânsito que estava sendo feita, o vereador Jorgiano Garcia Leite foi o primeiro a instigar a população contra os militares, alegando que o procedimento era ilegal.

Percebendo que a situação estava ficando tensa, os policiais pediram reforço, mas quando a outra equipe, composta por militares que estavam de folga chegou ao local, a situação se tornou insustentável, com pessoas xingando os PMs e outras partindo para a agressão contra eles.

Novamente, foram solicitados reforços e guarnições de Cerejeiras e Corumbiara também se deslocaram para Pimenteiras. Quando elas chegaram, a violência prosseguiu, apesar das ordens de prisões dadas.

Ao ser abordado, o vereador alegou que tinha imunidade, e um dos militares explicou: “sua imunidade é na tribuna da Câmara, aqui você é um cidadão comum, e está preso por desacato”.

Durante as prisões, além de atacarem os policiais, os participantes do evento atiraram garrafas nas viaturas e dispararam xingamentos. Para conseguir dominar o grupo mais agressivo, a polícia usou spray de pimenta, balas de borracha e granadas de efeito moral.

Após entregar os presos (incluindo mulheres e servidores públicos) na DPC de Cerejeiras, a PM levou os policiais feridos para receberem atendimento médico.

Fonte - 025-folha do sul

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.