Manaus: Júri condena pai que matou o filho de 7 anos a pauladas; homem alegou vingança

Ele foi sentenciado a 29 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado.
Sexta-Feira, 16 de Julho de 2021 - 17:28

A 3ª Vara do Tribunal do Juri de Manaus, Amazonas, condenou, na quinta-feira, (15) o réu Rogério Alexandrino dos Santos. Ele foi sentenciado a 29 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado. 

No dia, 12 de junho de 2019, o homem levou o filho para casa dele, no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste de Manaus. Com o pretexto de alimentá-lo, ele matou a crianças com varias pauladas na cabeça.  Logo depois da morte, Alexandrino cavou um buraco nos fundos da residência e enterrou o corpo da criança.

Como o menino não voltou para a casa, a mãe do próprio acusado passou a questioná-lo. Na época, o homem negou que soubesse da criança, mas confessou o crime com a chegada da Polícia. Desde o crime, o criminoso é mantido preso.

Na época, o homem disse em depoimento que matou a criança para se vingar da (mãe de criação dele). “A mulher, que adotou e criou o suspeito, estava agora criando o neto de 7 anos. Ela o amava. O suspeito conta que ele e a mãe brigavam muito. Ela cobrava que ele cuidasse mais do filho, jogava na cara que ele não dava atenção. Daí, ele se aborreceu e fez isso", explicou o delegado à época.

Um mês após ter nascido, a mãe biológica do menino o entregou para o pai. Ele, por alegar não ter condições para a criação, o entregou para sua própria mãe. Desde então, a criança morava com a avó na Zona Norte de Manaus.

Fonte - NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.