Julho: caracterizado como o mês do frio; segunda quinzena deve chegar ao estado mais uma poderosa onda de frio polar

Foi justamente em junho que Rondônia registrou 7,5 ºC, a menor temperatura, ocorrida em Vilhena. A média estabeleceu recordes de frio para 2021, pelo quinto dia consecutivo.
Quarta-Feira, 07 de Julho de 2021 - 19:46

As estatísticas meteorológicas apontam julho como sendo o mês de uma estação bastante seca. O período também promete temperatura abaixo da média. Uma das condicionantes será a entrada de intensa onda de frio polar que começou nos últimos dias de junho.

Foi justamente em junho que Rondônia registrou 7,5 ºC, a menor temperatura, ocorrida em Vilhena. A média estabeleceu recordes de frio para 2021, pelo quinto dia consecutivo.

Julho promete noites frias, pelo menos durante os primeiros sete dias que deve findar já no final de semana. A estatística mostra que o tempo seco e ensolarado predomina na primeira quinzena, sem novas ondas de frio.

Na segunda quinzena estará prevista a chegada de mais uma poderosa onda de frio polar. A possibilidade é de que essa baixa temperatura faça desabar novamente os termômetros nos estados da Amazônia Ocidental, principalmente nas regiões de Rondônia, Acre, Amazonas os mais atingidos com a famosa friagem.  

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), “está sendo monitorada as condições atmosféricas de alta pressão na região da Antártida, origem do frio polar e possibilidade de baixa pressão significativa sobre o centro da América do Sul – região que “atrai” o frio polar -, assim como as condições de umidade, pressão atmosférica e correntes aéreas sobre a Amazônia Ocidental.”

Não há perspectivas de chuvas significativa nestes primeiros quinze dias, a não ser, em alguns pontos isolados, mas somente após o dia 10. Chuvas um pouco mais fortes poderão ocorrer na segunda quinzena, devido à chegada de mais ar frio polar.

Com informações de o Tempo Aqui.

Fonte - NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.