VILHENA: Reforma da cozinha do hospital, informada em 2020, vai acontecer como extensão das obras já em andamento no Regional

Servidoras efetivas da unidade hospitalar comentam avanços no local nos últimos anos
Segunda-Feira, 05 de Julho de 2021 - 16:22

Conforme já informado em dezembro de 2020 (aqui: http://www.vilhena.ro.gov.br//index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1417293), a reforma da cozinha do Hospital Regional de Vilhena (HRV) está programada para acontecer como extensão às obras de reforma de toda a unidade. Desde 2018 diversas melhorias na cozinha do HRV foram feitas, como atestam as servidoras efetivas do HRV, algumas delas há décadas no local.

"Já vi muita coisa aqui. Cheguei há 30 anos atrás. Hoje tá bem, tá tranquilo. Tem comida à vontade, com qualidade. Trabalho de dia e de noite aqui no hospital. Me sinto revoltada quando falam mal da gente, com a gente trabalhando dando o sangue para fazer o melhor. Tem muita coisa boa pra mostrar, mas alguns só mostram 'coisa ruim'. Um foi lá no pé da pia mostrar coisa ruim. Quem vier aqui vai notar o quanto tem de coisa boa na cozinha. Nós fazemos parte da cozinha, fazemos o melhor aqui", garante a servidora efetiva e cozinheira Lenir Moreira Ramos.

O setor de compras da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), lembra que de 2018 para cá foram feitas muitas aquisições que melhoraram o ambiente de trabalho na cozinha do hospital.. Ao todo foram comprados e instalados 2 freezers horizontais novos, 1 batedeira industrial, 2 carrinhos de transporte de alimentação simples com portas, 1 cafeteira industrial, 1 refresqueira industrial, 3 mesas de aço inox (em substituição às antigas mesas de madeira já desgastadas), 1 forno industrial e 1 multiprocessador de alimentos. Recentemente foram comprados também 4 carrinhos novos térmicos de transporte de alimentação. Atualmente há ainda processo de compra em andamento para panelas novas, enquanto as antigas foram consertadas assim que apresentaram defeito.

Durante os últimos anos também foram feitos já reparos na pia, na câmara fria, iluminação e adquiridos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Recentemente foram providenciados aparelhos de ar-condicionado, que passam por adequações para serem instalados definitivamente.

Sara Yamone Zygoski, servidora efetiva e nutricionista do hospital, assegura a qualidade do trabalho e dos alimentos produzidos na cozinha do local. "Estou há quatro anos aqui e temos estoque sempre abastecido, com alimentos de primeira qualidade. A estrutura física como está hoje não altera em nada a qualidade da alimentação produzida aqui. Tivemos aumento de quase 50 leitos com a pandemia, então a demanda aumentou, mas mesmo assim conseguimos melhorar as marmitex, por exemplo. A gente fica muito chateada quando mostram apenas o que é negativo, porque denigre o nosso trabalho, sendo que estamos aqui dando nosso suor, nos esforçando no nosso melhor. A gente precisa ver também o lado bom: compramos equipamentos, renovamos aparelhos, teve várias melhorias, as panelas estão em compra, já em processo, em trâmite".

REFORMA GERAL - Siclinda Raasch, enfermeira e secretária municipal de Saúde, visitou hoje o hospital na companhia do prefeito Eduardo Japonês. A secretária lembra que, construído há mais de 40 anos, o atual prédio do Hospital Regional de Vilhena não poderá receber "puxadinhos" para sempre. "Pensando nisso, a atual gestão já conquistou R$ 19 milhões para iniciar a construção de um novo prédio para o HRV, que deve começar já neste ano ou no próximo, com previsão de ser a maior unidade hospitalar de Rondônia. Enquanto a obra não fica pronta, o que deve levar cerca de 5 a 6 anos, a reforma no hospital atual é necessária e está acontecendo já, desde o ano passado. Já chegou a menos de dois metros da cozinha, inclusive. Tá quase lá. A Ala Masculina já foi concluída e o próximo setor que está sendo contemplado é o pronto-socorro, recepção, sala amarela e vermelha e outras áreas aqui na frente do hospital", conta.

São mais de R$ 2 milhões de investimento oriundos de emendas parlamentares dos então senador e deputada federal Valdir e Marinha Raupp.

A Semus já tem no cronograma de reformas a criação de um novo espaço físico mais amplo para as gestantes, revitalização completa e ampliação da capela, reforma da lavanderia com instalação de novos equipamentos e reparos em geral nos espaços internos do hospital. A previsão é que neste ano e no próximo as obras já estejam concluídas, conforme andamento dos trabalhos já programados.

Fonte - 010 - Assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.