Rondônia recebe do Governo Federal mais um lote de vacinas contra covid-19

O diretor executivo da Agevisa, Edilson Silva, em coletiva à imprensa alertou sobre a campanha nacional de vacinação contra a influenza.
Sabado, 26 de Junho de 2021 - 08:45

O Governo de Rondônia, por meio da Agencia Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu nesta sexta-feira (25), na Central Rede de Frio do Estado, em Porto Velho, mais uma remessa da vacina Pfizer. Dessa vez são 16.380 doses, a serem distribuídas neste sábado (26) para as Regionais de Saúde do Estado.

Com a chegada desse lote, a equipe de imunização da Agevisa organizou a distribuição da nova remessa junto com as doses da Janssen, que chegaram na quinta-feira (24). Dessa forma, o Governo do Estado evita gastos com dois transportes de doses até às Regionais.

A distribuição por vacina ficou da seguinte forma: da Pfizer – Porto Velho receberá 5.568 doses, Rolim de Moura 1.800, Ariquemes 2.130, Vilhena 1.452, Cacoal 1.824 e Ji Paraná 3.606. Da Janssen – dose única, Porto Velho receberá 3.620, Rolim de Moura 1.245, Ariquemes 1.400, Vilhena 955, Cacoal 1.250, Ji Paraná 2.430.

Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO) as doses de Pfizer serão destinadas ao grupo prioritário de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas.

Até o momento o Governo de Rondônia recebeu 856.108 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 366.708 CoronaVac, 402.450 AstraZeneca, 76.050 Pfizer e 10.900 da Janssen.

INFLUENZA

O diretor executivo da Agevisa, Edilson Silva, em coletiva à imprensa alertou sobre a campanha nacional de vacinação contra a influenza. “Estamos com a campanha em aberto desde o mês de abril. É necessário a vacinação, pois ainda estamos com um índice baixo de imunizados”.

As pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra influenza, são: crianças a partir de seis meses a cinco anos completos (cinco anos, 11 meses e 29 dias); idosos a partir de 60 anos; gestantes e puérperas (45 dias pós parto); povos indígenas; pessoas com doenças crônicas; pessoas com deficiência permanente; trabalhadores da Saúde; trabalhadores de transportes (coletivo, rodoviário e portuário), caminhoneiros; trabalhadores de força de segurança e salvamento e forças armadas; população carcerária, jovens e adolescentes em medidas socioeducativas, e professores de escolas públicas e privadas.

A vacinação pode ser feita em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Lembrando que o intervalo entre a vacinação de covid-19 e a vacinação de influenza, é de 14 dias,  bem como as demais vacinas do calendário.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.