Ampliado o prazo das regras de reembolso e remarcação de voos cancelados

O consumidor tem o direito ao reembolso, ao crédito, à reacomodação ou à remarcação do voo independentemente do meio de pagamento.
Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021 - 15:41

Remarcação

Em caso de desistência até 31 de dezembro, o consumidor pode optar pelo reembolso como forma de crédito para ser utilizado em até 18 meses

OGoverno Federal sancionou novas regras para reembolso e remarcação de passagens aéreas para voos cancelados em decorrência da pandemia de Covid-19. Agora, o prazo de vigência de medidas emergenciais vai até dezembro deste ano.

O consumidor tem garantido o direito ao reembolso, ao crédito, à reacomodação ou à remarcação do voo independentemente do meio de pagamento usado para a compra da passagem, que pode ter sido efetuada em dinheiro, crédito, pontos ou milhas. Além disso, também foi acrescentado que esse direito deverá ser negociado entre passageiro e companhia aérea.

Quanto ao reembolso, deve ocorrer dentro do período de 12 meses, sem penalidades, a contar da data do voo cancelado. O valor será corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Em caso de desistência até 31 de dezembro, o consumidor pode optar pelo reembolso como forma de crédito para ser utilizado em até 18 meses.

Fonte - 030 - Assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.