Governo disponibiliza transporte gratuito de calcário; produtores de Rondônia devem se credenciar

Serão investidos R$ 10 milhões no programa, com recursos provenientes do Fundo de Investimento e Apoio ao Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira de Rondônia (Proleite).
Terça-Feira, 15 de Junho de 2021 - 17:06

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) abre novas inscrições para os produtores de leite interessados em adquirir o frete gratuito para o transporte de calcário. A ação é realizada através do programa “Mais Calcário”, em parceria com os municípios e visa beneficiar, nesta nova etapa, mais de dois mil produtores de leite da agricultura familiar, dos 52 municípios de Rondônia com o transporte gratuito de 50 mil toneladas. Serão investidos R$ 10 milhões no programa, com recursos provenientes do Fundo de Investimento e Apoio ao Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira de Rondônia (Proleite).

Para participar do programa, o produtor deve procurar o escritório local da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) e apresentar documentos de identificação, Declaração de Aptidão ao Pronaf (Dap), comprovante de aquisição do calcário, análise de solo da propriedade, com validade de no máximo um ano, e certidão em conjunto assinada pelo técnico da Emater declarando que é produtor de leite. Após realizar a inscrição, a Emater encaminhará toda a documentação para a Seagri que irá processar e incluir o produtor na rota do transporte de calcário.

Após esse procedimento, o calcário será transportado da usina até a sede de cada município ou distrito por meio de caminhões bitrem. O produtor será responsável pelo transporte da sede do município até a sua propriedade. Atualmente, Rondônia possui duas usinas de calcário localizadas nos municípios de Parecis e Espigão do Oeste, onde o produtor poderá escolher a usina para comprar até 35 toneladas do produto.

A Emater é responsável por acompanhar o descarregamento do calcário, pela orientação técnica para a aplicação do calcário e interpretação da análise de solo para recomendar a quantidade de calcário a ser aplicada. A Seagri é responsável por liberar o recurso e gerenciar a ação.

“Temos a possibilidade de descarregar o calcário em 123 localidades do Estado. Conseguimos deixar o insumo mais próximo possível da casa do produtor, dentro das condições de carregamento de um bitrem”, informou o coordenador da Coordenadoria de Desenvolvimento Agropecuário (CDAP), Janderson Dalazen.

O calcário será utilizado na recuperação de pastagens degradadas e atividades agrícolas relacionadas à atividade leiteira, como forragens, produção de milho para silagem, que podem ser utilizadas na propriedade, beneficiando o produtor de leite com a melhoria da qualidade do solo, aumento de produção e produtividade.

“Com o transporte gratuito das 50 mil toneladas, serão recuperados mais de 16 mil hectares de áreas de pastagens degradadas, contribuindo com a melhoria da qualidade do solo, das pastagens, além de alavancar a produção leiteira no Estado”, destacou o secretário da Seagri, Evandro Padovani.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.