News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sábado, 12 de Junho de 2021

Livre

Mulher Trans diz que foi constrangida na Prefeitura de Rio Branco ao usar banheiro: MP e Polícia apuram

Jullyana, que é cabeleireira, questionou a abordagem e pediu para falar com o chefe da Casa Civil sobre o caso.
Quarta-Feira, 09 de Junho de 2021 - 14:43

Um suposto caso de Transfobia ocorrido dentro do prédio da Prefeitura de Rio Branco (PMRB) ganhou repercussão nessa quarta-feira (09) no Acre. A mulher transexual, Jullyana Correia, de 36 anos, denunciou que foi abordada e constrangida por um segurança após usar o banheiro feminino e posteriormente orientada por uma servidora, a utilizar somente o sanitário destinado aos deficientes em outra oportunidade.

Ao relatar o caso na imprensa acreana, Jully como é popularmente conhecida na cidade, teria sido chamada por um segurança, de nome não revelado, e alertada a não usar mais o banheiro feminino para “não causar constrangimento”. Correia explicou que era mulher trans e o servidor teria dito que recebeu ordens para que mulheres trans ou travestis não usassem a latrina para homens e mulheres.

Jullyana, que é cabeleireira, questionou a abordagem e pediu para falar com o chefe da Casa Civil sobre o caso. O assunto foi tratado, segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, com o tenente-coronel Ezequiel Bino, chefe do gabinete militar. Ele explicou que tudo foi só “um mal entendido” e que teria conversado com a mulher transexual.

Após a situação considerada vexatória, Jully Correia procurou um advogado, relatou a situação e manifestou intenção de processar a PMRB bem como o funcionário em questão. O prefeito da cidade, Tião Bocalom (PP) não se manifestou, ainda, sobre o assunto.

MPE ENTRA NO CASO

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) informou que está acompanhando Jully e que vai participar das investigações junto com a Polícia. Correia registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia da Mulher de Rio Branco na manhã de hoje. Membros do Centro de Atendimento à Vítima (CAV) do MPE acompanharam a mulher transexual no procedimento da delegacia. A ajuda psicológica foi oferecida.

MANIFESTO

Horas depois de ganhar repercussão na imprensa, ativistas marcaram um manifesto contra a transfobia dentro e fora dos prédios públicos. O encontro foi marcado para acontecer na frente da sede da Prefeitura de Rio Branco. O ato denominado “Banheiro feminino é para todas!” será realizado, na tarde dessa quanta-feira, a partir das 16 horas (horário do Acre).  

Fonte - NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.