News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 15 de Junho de 2021

Livre

China aprova uso da CoronaVac para crianças a partir de 3 anos, diz Sinovac

País é o primeiro no mundo a aprovar uma vacina contra a Covid-19 em crianças. Pfizer ampliou número de menores de 12 anos em testes de vacina. A CoronaVac é uma das três vacinas que estão sendo usadas no Brasil.
Terça-Feira, 08 de Junho de 2021 - 15:31

A China aprovou a CoronaVac para crianças e adolescentes de 3 a 17 anos de idade, anunciou, na sexta-feira (4), o diretor do laboratório Sinovac, que desenvolveu a vacina. Com a autorização, o país passa a ser o primeiro do mundo a aprovar uma vacina contra a Covid para crianças.

Ainda não se sabe quando as crianças vão começar a ser vacinadas.

"A Sinovac realizou um estudo clínico na população menor [de idade], que começou no início deste ano, com a conclusão dos ensaios clínicos de primeira e segunda fases", disse à TV estatal chinesa CCTV o diretor da Sinovac, Yin Weidong, segundo o jornal "South China Morning Post".

"Centenas de casos mostraram que, após a vacinação, o grupo [de 3 a 17 anos] é tão seguro quanto o grupo de adultos de 18 anos", afirmou Yin Weidong. Ele disse que os resultados devem ser publicados pela revista britânica "The Lancet".

Mais da metade das famílias optou por não enviar crianças de até 3 anos para creche após reabertura, aponta pesquisa

Segundo o levantamento "Our World in Data", ligado à Universidade de Oxford, a China já havia administrado 794,13 milhões de doses de vacina até o dia 7 de junho. Não há dados sobre quantas doses são referentes à primeira ou segunda aplicações ou quantas pessoas estão completamente vacinadas.

Além da CoronaVac, a China também está aplicando as vacinas da Sinopharm (versões de Wuhan e Pequim) e da CanSino. A da CanSino é dada em apenas uma dose; a CoronaVac e as da Sinopharm têm duas doses.

A CoronaVac e a vacina da Sinopharm fabricada em Pequim já têm autorização de uso emergencial da Organização Mundial da Saúde (OMS) em adultos.

Pfizer amplia testes em menores de 12 anos

Nesta terça (8), a Pfizer anunciou que vai ampliar a quantidade de menores de 12 anos nos testes de sua vacina na Europa e nos EUA.

O novo estudo vai inscrever até 4,5 mil crianças e adolescentes em mais de 90 centros clínicos nos Estados Unidos, Finlândia, Polônia e Espanha, disse a empresa.

A Pfizer vai testar um esquema de duas doses de 10µg (microgramas) em crianças entre 5 e 11 anos de idade, e de 3µg para bebês e crianças de 6 meses a 5 anos.

Na fase anterior, foram testadas a segurança, a tolerabilidade e a resposta imunológica gerada por 144 bebês e crianças, de 6 meses a 11 anos, em um estudo de fase I. O esquema vacinal foi de duas doses, com 3 diferentes dosagens da vacina: 10, 20 ou 30µg para cada faixa etária.

A vacina da Pfizer já é autorizada para quem tem 12 anos ou mais na Europa, nos Estados Unidos, no Reino Unido e no Canadá, com a mesma dose que os adultos: 30µg. No Brasil, a empresa fez um pedido de autorização de uso à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Uso no Brasil

A CoronaVac e a vacina da Pfizer estão entre as três que estão sendo usadas no Brasil. A terceira é a vacina de Oxford/AstraZeneca. A vacina da Johnson/Janssen também tem permissão de uso no país, mas as primeiras doses ainda não chegaram.

Até o dia 7 de junho, 10,87% da população brasileira, o equivalente a 23 milhões de pessoas, haviam recebido as duas doses de alguma das 3 vacinas.

Fonte - 20 - Por G1

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.