News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sábado, 12 de Junho de 2021

Livre

Governador do Acre diz o que mudou após a inauguração da Ponte do Rio Madeira no Abunã

O executivo citou que os caminhoneiros que passam por aquele trecho da BR-364, na região do Abunã, estão entre os principais beneficiados com a ponte.
Terça-Feira, 08 de Junho de 2021 - 15:10

A inauguração da Ponte sobre o Rio Madeira no Distrito do Abunã, em Porto Velho, completou um mês. De lá para cá, muita coisa aconteceu principalmente para o Estado vizinho, o Acre. E entre uma conquista e outra, o governador acreano, Gladson Cameli (PP), resolveu fazer um balanço dos últimos 31 dias após a inauguração oficial feita pelo presidente Jair Bolsonaro, pelo Governador Marcos Rocha e suas respectivas comitivas.

“Esperamos tanto pela inauguração da ponte sobre o Rio Madeira e, agora, é uma realidade. Nunca mais dependeremos de balsas e essa foi uma das maiores conquistas do povo acreano”, lembrou Cameli em sua rede social.

Na ocasião, o governador acreano fez um convite aos investidores de Rondônia e demais estados brasileiros. “Da nossa parte, estamos de braços abertos para receber quem queira investir na nossa terra e contribuir para a geração de emprego e renda. Muito em breve, vamos colher os frutos positivos dessa ponte”, convidou.

Cameli referenciou ainda uma reportagem publicada pela Agência de Notícias do Acre sobre o que vem mudando na econômica da região após a inauguração do monumento que teve ainda no Governo Dilma Rousseff (PT).

O executivo citou que os caminhoneiros que passam por aquele trecho da BR-364, na região do Abunã, estão entre os principais beneficiados com a ponte. Antes, para atravessar de um lado a outro da margem do rio Madeira, de balsa, os profissionais pagavam uma taxa que ultrapassava, dependendo do tipo e carga de veículo, mais de R$ 200 reais.

Por fim, Gladson tornou a enfatizar que a ponte ampliou o campo das oportunidades de investimento na região. “Os investidores também já estão sondando as potencialidades da região. Nesse aspecto, o agronegócio e o corredor rodoviário para os países andinos e seus respectivos portos marítimos no Oceano Pacífico despontam como alternativas para o desenvolvimento socioeconômico do Acre”, concluiu.

Fonte - NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.